RFID Noticias

Candidato legislativo no Texas faz campanha com NFC

Rico Reyes enviou cartões RFID para 5.000 eleitores em potencial, para despertar o interesse por sua campanha e mostrar vídeos via smartphones

Por Claire Swedberg

30 de outubro de 2013 - O candidato do estado norte-americano do Texas Rico Reyes pode ser o primeiro a fazer campanha política pela tecnologia RFID Near Field Communication (NFC). Reyes, um democrata concorrendo a uma vaga legislativa no District 50, enviou 5.000 santinhos, cada um com uma tag NFC, na esperança de que os destinatários se envolvam com a sua campanha por meio de leitores NFC de telefones celulares. As etiquetas também permitem que os usuários acessem informações sobre o candidato, digitando uma URL, enviando uma mensagem de texto ou usando um QR Code. No entanto, diz Camilo Sandoval, CEO da Camintel, que forneceu a tecnologia, a grande maioria dos entrevistados têm utilizado os seus leitores NFC em vez das outras soluções.

A correspondência de campanha foi um piloto da solução Touch2Vote da Camintel. Quando uma pessoa toca um celular com tecnologia NFC contra a tag RFID passiva do folheto, o software Touch2Vote passa vídeos e outras informações sobre um candidatoalém de funcionar como meio para enviar mensagens para o indivíduo.

O candidato Rico Reyes (direita) e Camilo Sandoval, presidente da Camintel
A Camintel ofereceu o sistema em Nova York para a candidata a prefeita Christine Quinn no início deste ano. No caso de Quinn, as tags NFC RFID foram anexadas a cartazes. No entanto, Sandoval diz que, devido às regulamentações eleitorais de Nova Iorque, no momento, a solução foi considerada inviável. Por isso, ofereceu a tecnologia para Reyes, no Texas.

Reyes enfrenta uma eleição movimentada e estava à procura de novas maneiras de engajar os eleitores à eleição. Matt Glazer, gerente da campanha de Reyes, acredita que seu candidato tem uma história interessante para contar: Reyes tem formação em direito e MBA, atuou na Marinha dos EUA e trabalhou como promotor público. O candidato quer compartilhar sua história com aqueles que receberam suas correspondências e ouvir os eleitores diretamente, explica Glazer. O objetivo de Reyes, segundo Glazer, é chegar a potenciais eleitores por meio de seus telefones celulares e redes sociais, como Facebook e Twitter.

Segundo Sandoval, cada etiqueta contém um ID único e pode ser aplicada a cartazes, crachás, folhetos e malas diretas. Reyes optou por fixar os adesivos nas malas diretas enviadas a residentes no distrito. No total, o escritório de campanha enviou 5.000 etiquetas, cada uma com uma etiqueta RFID afixada em um dos lados. Os santinhos são impressos com informações sobre o candidato, bem como texto explicando o sistema NFC Touch2Vote.

Os adesivos da Camintel aplicados são feitos com tags NFC Smartrac BullsEye. A Camintel também criou um registro digital de endereço de cada destinatário. Deste modo, a campanha de Reyes pode ter um mapa indicando as áreas com maior ou menor quantidade de respostas.

Os usuários que receberam os santinhos e quiseram saber mais sobre Reyes podem tocar seu smartphone contra a tag. O telefone, então, transmite esse número de identificação único para o servidor da Camintel, que exibe um vídeo de 60 segundos sobre o candidato na tela do telefone. Os usuários não precisam baixar um software especial, diz Sandoval. "Tentamos desenvolver experiências que não necessitam de um aplicativo específico".