RFID Noticias

Whirlpool adota RFID para identificação de peças

O sistema foi implantado no departamento de pintura de uma fábrica de máquina de lavar, permitindo o gerenciamento de estoque em tempo real

Por John Edwards

11 de setembro de 2013 - A Whirlpool Corp. é a maior fabricante e vendedora de eletrodomésticos do mundo. A Divisão Clyde, com sede em Ohio, é a maior fábrica de máquinas de lavar, com 760 mil metros quadrados. Assim, manter a contagem de peças com alta precisão para garantir a disponibilidade constante para a produção é um grande desafio, afirma Bradford W. St. Louis, engenheiro sênior de materiais da empresa.

Na entrada da linha de pintura estão peças brutas, enquanto que na saída estão prontas para serem montadas com outros componentes da máquina de lavar. O rastreamento preciso das peças afeta a qualidade do produto acabado, explica St. Louis. "Nós pintamos nossos gabinetes em uma área diferente de nossos tops e tampas, por isso, temos de ter certeza de que temos tudo combinando", explica.

A empresa substituiu seu antigo sistema de identificação de peças por tags RFID, uma solução mais eficiente
No entanto, até recentemente, os funcionários só podiam identificar as tampas em produção lendo as informações impressas em etiquetas de papel. Esse processo era lento e propenso a erros, diz St. Louis.

No ano passado, a empresa decidiu substituir o seu sistema de papel para identificação de peças pelas tags RFID, uma solução mais eficiente. "A Whirlpool coloca tecnologias de ponta para uso em áreas onde prometem ser mais eficazes", afirma St. Louis.

A linha de pintura das máquinas de lavar da Whirlpool é continuamente alimentada por peças que são transportadas para a área a bordo de prateleiras móveis etiquetadas. "Em nosso sistema antigo, os trabalhadores penduravam as peças em ganchos de pintura", lembra St. Louis. "As peças, então, entravam na linha e saiam pintadas". Agora, os funcionários penduraram as tags com um gancho de metal que se parece com um clipe de papel dobrado. "Então, um motorista de empilhadeira é capaz de identificar as partes que estão naquele rack".

"As etiquetas, por vezes, caíam ou tinham sido colocadas atrás de racks com um número de peça diferente, porque temos muito limite de espaço aqui", explica. "Mesmo se nós fôssemos uma instalação maior, teríamos pouco espaço sobrando".