RFID Noticias

Odette Cancer Centre aprimora atendimento com RFID

A instalação de Toronto está usando a solução para informar pacientes sobre tempo de espera, encaminhá-los para atendimento e alertar funcionários sobre espera excessiva

Por Claire Swedberg

21 de junho de 2013 - O Odette Cancer Centre, integrante do Sunnybrook Health Sciences Centre, em Toronto, no Canadá, começou empregando etiquetas de identificação por radiofrequência passivas de alta freqüência (HF) e leitores para informar os pacientes quanto tempo deveriam esperar antes de receber o tratamento de quimioterapia ou outros serviços e para reduzir a espera. Todos os pacientes carregam um cartão de identificação RFID que os ajuda na identificação logo que chegam e permite que o centro rastreia sua localização dentro da instalação. Desta forma, o centro pretende reduzir o tempo de espera e ser mais eficiente para os pacientes, uma vez que os membros da equipe de cuidados de saúde, farmácia e laboratório, todos sabem quem está esperando, onde e quais serviços devem ser prestados.

O Odette Cancer Centre é tido como a sexta maior instituição de câncer na América do Norte, com mais de 24 mil pacientes de quimioterapia por ano. Nos últimos cinco anos, o Odette usou o software para gerenciar consultas Chemotherapy Appointment Reservation Manager (CHARM), da Bykart Software, que compartilha os dados entre a unidade de quimioterapia, farmácia e clínicos. Este também exibe as atualizações sobre os pacientes e funcionários em uma tela de vídeo com notificação de estilo aeroporto. Esse software, de acordo com o Thane Fitzgerald, diretor de desenvolvimento de Bykart Software, permitiu que o centro aumentasse sua taxa de atendimento em 47%, enquanto houve uma redução do tempo de espera.

Cada paciente chega do Odette Cancer Centre pode verificar seu atendimento em um quiosque encostando seu cartão RFID em um leitor fixo

Em dezembro de 2011, o centro começou a testar um quiosque Bykart concebido com um leitor RFID Feig Eletronics CPR40.30 fornecido pela RFID Canada. Seu objetivo era obter dados de localização e enviá-los para o sistema CHARM, permitindo, assim, a coleta automatizada de dados de localização que ajudam o sistema a entender onde está cada paciente e, assim, acelerar o passo seguinte. Depois de determinar que a informação baseada em RFID poderia aumentar os dados que estão sendo gerenciados no sistema, o centro começou a fornecer os cartões de identificação para novos pacientes no verão de 2012. A solução entrou em plena força a partir de fevereiro de 2013.

O objetivo contínuo do Odette Cancer Centre é fazer com que uma visita estressante possa ser rápida, eficiente e confortável para os pacientes. A maioria vai ao centro regularmente ao se submeter a quimioterapia para combater o câncer de mama. A quimioterapia geralmente requer uma série de visitas que envolvem a administração de drogas neoplásicas destinadas a destruir as células cancerosas.