RFID Noticias

C&A expande uso de RFID na Alemanha

A empresa planeja empregar etiquetas EPC e leitores para monitorar inventário de itens de alta demanda, em um total de 25 lojas

Por Claire Swedberg e Edson Perin

9 de abril de 2013 - A C&A está expandindo seu sistema de identificação por radiofrequência na Alemanha. O que era inicialmente um teste envolvendo cinco de suas lojas passou para 25 estabelecimentos no país europeu. No Brasil, a assessoria de imprensa da companhia informou que a C&A não comenta sobre seus projetos de tecnologia.

A C&A, que fabrica o seu próprio vestuário e calçados para homens, mulheres e crianças, está testando se a tecnologia pode melhorar a visibilidade da sua cadeia de suprimentos e o inventário nas lojas, para assegurar que em todos os momentos os produtos estejam nas prateleiras para compra em cada uma de suas lojas.

A empresa, que opera cerca de 1.600 lojas em 20 países, é especializada no fornecimento de vestuário de qualidade a preços acessíveis, com foco na sustentabilidade, por exemplo, com roupas de algodão orgânico. As roupas são feitas para lojas específicas e a empresa se esforça em garantir não só que uma quantidade suficiente de bens esteja em suas lojas e em seus estoques, mas também que a mercadoria seja reabastecida com eficiência.

Joachim Wilkens, da C&A

A empresa iniciou a implantação teste da solução RFID UHF EPC, em junho de 2012, em um esforço para encontrar um sistema automatizado, incluindo avisos de embarque antecipados, bem como dados de inventário, controle do que está em cada e do que foi vendido e, em alguns casos, o que passou pelas portas de um determinado local. Desta forma, a empresa pretende garantir que os itens estejam sempre na prateleira ("never out of stock" ou NOS), diz Joachim Wilkens, diretor do grupo de desenvolvimento da cadeia de fornecimento da C&A.

Com o NOS, os itens destinados para as lojas com RFID recebem etiquetas passivas EPC Gen2 UHF, fornecidas pela Avery Dennison. Até o momento, 11 fornecedores de vestuário já aplicam as tags RFID. Quando um desses fornecedores recebe uma encomenda, através de uma aplicação de software fornecida pelo Creativesystems, os trabalhadores da fábrica utilizam um leitor portátil da Motorola Solutions (MC3190-Z handheld reader ou FX7400 fixed reader) para interrogar as etiquetas. Em seguida, o número de cada etiqueta de identificação é armazenado, com o código da unidade de manutenção de estoque (SKU). As etiquetas são lidas e confirmadas no sistema, o software Creativesystems, que envia um aviso de remessa, indicando o que foi embalado e enviado.