RFID Noticias

Hospital de Manila reduz índice de infecções hospitalares

O Medical City cortou ao meio as ocorrências de doenças adquiridas em suas instalações, em um ano, por meio de um sistema de localização por tempo real

Por Claire Swedberg

13 de março de 2013 - O Medical City (TMC), um hospital das Filipinas, reduziu praticamente pela metade a taxa de infecções hospitalares em sua unidade de cuidados intensivos (UTI), graças a um sistema de localização em tempo real (RTLS). O resultado foi apontado pela Excelion Technology, provedora de soluções de conformidade para a higiene das mãos. O TMC está usando a tecnologia Real-Time Hospital Measurement System, da Excelion Technology, composta pelo software de Excelion Accreditrack e a tecnologia Gen2IR e RFID RTLS da CenTrak. O objetivo é assegurar que o pessoal lave as mãos antes e depois de visitar pacientes. O RTLS da CenTrak consiste de etiquetas combinando infravermelho (IR) e tecnologias RFID para identificar os membros do pessoal, bem como a localização de cada indivíduo.

O TMC, que abriga 600 leitos e tem uma equipe de 1.000 médicos, atende 40.000 pacientes, sendo 400 mil ambulatoriais, por ano. Quando a Excelion se aproximou do hospital com a ideia de implantar uma solução de higiene para as mãos, os gestores do hospital já tinham considerado o tal sistema, disse Nestor Cruz, presidente e CEO da Excelion. O objetivo do centro médico era mudar o comportamento dos funcionários para garantir que eles lavassem as mãos regularmente, antes e depois de visitarem pacientes. A solução não só acompanha o cumprimento das regras, explica Cruz, mas também faz com que os dados disponíveis sobre cada trabalhador sejam mantidos no software Excelion. "Parte do nosso método para sustentar o hábito de higienização é a intervenção dos supervisores da unidade, além do auto-monitoramento", afirma. "Os funcionários são capazes de recuperar seus históricos, individualmente".

Nestor Cruz, da Excelion

Instaladas dentro e fora de cada quarto de paciente, as estações para higienização dos funcionários devem ser usadas antes de entrar e depois de sair de cada sala. Em novembro de 2011, a Excelion instalou a solução de higiene das mãos no hospital TMC perto de Manila, tendo uma estação de higienização dentro da UTI geral e pediátrica e, posteriormente, nas demais unidades de cuidados intensivos, atendendo a um total de 22 quartos. O hospital agora estuda instalar a tecnologia em seu Instituto de Medicina Molecular Personalizado (IPMM), que inclui 13 quartos adicionais.

Com o sistema Excelion em operação, cada membro da equipe recebe um crachá CenTrak Gen2IR Staff. Monitores foram instalados ao lado das estações de higienização. O crachá recebe o sinal do monitor que informa que a pessoa está na estação de sanitização. O crachá, em seguida, transmite a sua própria identificação, juntamente com a do monitor, para um leitor de RFID conectado ao sistema de back-end, através de um sinal de RF. O software CenTrak interpreta os dados de localização e, com base no sinal, encaminha o ID do crachá e do local para o software Accreditrack no servidor do hospital, onde são armazenadas as informações sobre os usuários e quando lavaram as mãos.