RFID Noticias

Murata produz em massa a "menor tag HF"

Com 3,2 milímetros, a tag pode ser conectada a uma ampla gama de objetos, para rastreamento de itens por um telefone com tecnologia NFC ou outro leitor de padrão ISO 15693

Por Claire Swedberg

18 de janeiro de 2013 - A fabricante de componentes eletrônicos Murata Manufacturing Co. informa que começou a comercializar grandes volumes do que chama de a menor tag de alta freqüência (HF) do mundo. Medindo 3,2 milímetros de largura e comprimento e 0,7 milímetros de espessura, a tag (modelo LXMS33HCNG-134) tem um décimo do tamanho da maioria das outras tags de HF. A versão da do mundo foi projetada para ser durável e pequena, com um substrato de cerâmica em camadas na placa de circuito e uma antena.

A tag HF da Murata mede 3,2 milímetros de largura e de 0,7 milímetros de espessura

A Murata produz tags RFID de ultra alta frequência (UHF) e também componentes usados para criar os leitores de etiquetas de 13,56 MHz HF. No entanto, esta é a primeira vez que a empresa produz uma tag de HF. A nova marca vem com um circuito integrado Icode SLIX, da NXP Semiconductors, compatível com o padrão ISO 15693, e sua antena é auto-suficiente. A tag é a mais recente a empregar a tecnologia Magicstrap RFID, da Murata, utilizada anteriormente apenas para etiquetas UHF e projetada para fazer o rastreamento RFID se tornar possível em lugares onde as etiquetas maiores não podem ser utilizadas, devido a restrições de tamanho ou condições ambientais.

Kaz Higashibata, gerente de projeto RFID da Murata
A Murata fabrica sua pequena etiqueta com circuito integrado a uma antena embutida, devido à abordagem multi-camada de sua tecnologia Magicstrap, de acordo com Kaz Higashibata, gerente de projetos RFID da empresa. A placa de circuito Murata multi-camada, usada para suas tags UHF incluem mais de 10 camadas – os detalhes deste processo de separação são proprietários e mantidos em sigilo. "Nós temos muito know-how em RFID e muito deste é baseado na tecnologia multi-camada", afirma. À medida que a etiqueta é fabricada, a antena é colocada no material cerâmico da etiqueta e, então, vai ao forno a uma temperatura baixa.

A etiqueta de HF, que pode ser aplicada a artigos contendo apenas um adesivo, oferece 1024 bits de memória e uma gama máxima de leitura de 15 milímetros, mais curta do que a de muitos outros modelos de alta-frequência. Higashibata considera que a margem inferior de leitura não deve atingir os usuários finais, porque as etiquetas de IC são tipicamente utilizadas em aplicações em que um indivíduo toca um leitor diretamente contra uma etiqueta, a fim de capturar os dados.