RFID Noticias

Garagem alemã instala tags RFID com sensores de umidade e corrosão

As etiquetas passivas podem ser lidas por um dispositivo portátil, permitindo fazer reparos antes que um vazamento possa causar danos estruturais

Por Rhea Wessel

19 de dezembro de 2012 - Neste ano, a cidade alemã de Boppard concluiu a construção de um estacionamento com sensores de identificação por radiofrequência (RFID) incorporados no cimento do edifício, a fim de detectar focos de umidade e corrosão que podem resultar em danos estruturais. As etiquetas passivas com sensores foram colocadas por baixo da superfície do cimento e do aço de reforço em pontos selecionados ao longo da garagem. Assim, as tags podem ser lidas por um dispositivo portátil com o intuito de detectar o aparecimento de umidade ou corrosão excessiva, o que permite que o problema seja reparado antes de se espalhar para o aço de reforço.

Um dos 15 sensores de umidade com RFID instalados no telhado da garagem de Boppard

Quando o aço de sustentação de um edifício se corrói, os reparos podem ser extremamente caros, diz Wolfgang Hill, chefe de desenvolvimento de produtos e tecnologia da Selfsan Consult GmbH, consultoria de engenharia de Boppard que ajudou no desenvolvimento do sistema. Quando os reparos podem ser feitos antes de a corrosão atingir esse estágio, acrescenta ele, o custo é apenas uma fração do que pode chegar a ser.

O assim chamado "CorroDec", sistema de monitoração à corrosão, foi desenvolvido em colaboração com a BS2 Sicherheitssysteme GmbH, em Boppard, empresa que fabrica soluções de segurança e monitoração para construções. O sistema detecta a corrosão quando um fio ligado ao sensor de corrosão enferrujar, explica Hill. Deste modo, haverá uma quebra no circuito eléctrico, indicando corrosão.

A cidade de Boppard decidiu instalar os sensores dentro de sua garagem localizada perto da Câmara Municipal, a fim de reduzir os custos de manutenção a longo prazo. Em outras garagens da cidade foram detectadas partes do cimento danificadas, muitas vezes devido ao sal deixado pela neve e gelo derretidos após o inverno.

O projeto é um dos vários em que a Selfsan Consult fornece o sistema anticorrosão com RFID, fabricado pela BS2. Segundo Hill, cerca de 150 sensores foram embutidos dentro de um pavimento do Frankfurt Airport, perto de uma pista de pouso, para fornecer aos operadores do aeroporto um aviso de corrosão que poderia ser perigosa para as aeronaves.