RFID Noticias

Ceilog demonstra na prática o que a RFID pode fazer pela logística

Grupo PC Sistemas e seus parceiros criaram um centro em Goiânia para expor aos clientes como a tecnologia pode dinamizar a cadeia de suprimentos

Por Edson Perin

23 de novembro de 2012 - Um mês antes de eu ir ao Ceilog Ana Patrus (Centro de Excelência e Inovação em Logística), em Goiânia, a convite da PC Sistemas, eu tive dois encontros entusiasmantes. Primeiro, com Reinaldo Andrade, principal executivo de canais da Intermec Technologies do Brasil, que me explicou sobre o Ceilog e me recomendou que conversasse com o seu idealizador, o empresário Wagner Patrus, fundador e CEO da PC Sistemas, empresa líder em software de gestão de logística. Semanas depois de falar com Andrade, Patrus veio a São Paulo e me convidou para uma conversa mais ampla sobre o Centro de Excelência e Inovação em Logística.

Empilhadeira utilizada para demonstrar os recursos de RFID para um armazém

O projeto é realmente interessante e pessoalmente se torna ainda mais encantador pelo fato de ser muito mais do que um showroom das tecnologias desenvolvidas pela PC Sistemas e seus parceiros nacionais e internacionais, como é o caso da Intermec, porque também funciona como um laboratório para desenvolvimento de software e soluções de identificação por radiofrequência (RFID) para as necessidades do mercado brasileiro. "A margem das empresas é muito baixa no segmento de logística, no Brasil. Beira os 3%”, disse Patrus, afirmando que com o uso da tecnologia RFID as empresas podem obter ganhos maiores.

O Ceilog tem tudo para demonstrar o uso da RFID na prática, incluindo um mini Centro de Distribuição (CD), onde as mercadorias utilizam diferentes tipos de tags e uma empilhadeira de verdade, equipada com leitor RFID, faz todo o processo de armazenamento e localização de produtos. Também foi instalado no local um checkout de supermercado também equipado com RFID, para demonstrar a nova experiência de um consumidor em uma loja equipada com a tecnologia.

“O espaço é voltado à aplicação de soluções inovadoras, entre elas o RFID. Por meio de pesquisa, criação e aplicação prática, a meta é atender de forma customizada a cadeia logística e dinamizar os processos de armazenagem, distribuição e controle dos produtos”, explicou Ezequiel Borges, diretor de estratégia da PC Sistemas. “Desenvolvemos soluções viáveis e acessíveis para atender os problemas logísticos de planejamento, simulação, otimização, sensorização, monitoramento, execução e controle da circulação das mercadorias”.