RFID Noticias

RFID autentica arte italiana em vidro

Linea Murano Art, uma galeria na Itália, está testando o uso de tags NFC para assegurar aos compradores que os trabalhos expostos são originais

Por Claire Swedberg

24 de outubro de 2012 - A Linea Murano Art, uma galeria de arte italiana onde artesãos locais criam e comercializam vasos e objetos de vidro, decidiu garantir a autenticidade do trabalho de Afro Celotto, usando tags RFID passivas de Near Field Communication (NFC) que permitem que os compradores possam saber mais sobre o artista e sua obra e, ainda, garantir que os objetos são autênticos e não cópias. A galeria anexa uma tag NFC em cada pedaço de arte Celotto e o número da tag de identificação se relaciona aos detalhes sobre cada trabalho, em um servidor da galeria.

Para saber mais sobre uma determinada peça de arte em vidro, um cliente pode usar o smartphone Samsung da galeria com tecnologia NFC, ou o seu próprio, para ler a tag RFID do objeto

A Linea Murano Art vende obras de vários artistas, incluindo as de Afro Celotto, diz Nicola Foccardi, CEO da galeria. A arte Celotto é vendida em todo o mundo a um preço elevado. Como os objetos que ele cria são tão valorizados, suas obras começaram a copiadas e vendidas como originais. Isto não apenas engana os compradores, mas também diminui o valor das criações originais de Celotto, de acordo com Ferruccio Ferrari, gerente geral da Novarex, empresa que forneceu as tags e software para vincular dados e produtos no servidor da galeria.

Celotto e Foccardi começaram a procurar por uma tecnologia que pudesse provar a um comprador a autenticidade de uma obra de arte de Celotto. Mas também queriam um método para fornecer informações aos potenciais compradores.

Para ler a etiqueta fixada a um item, o usuário coloca um telefone com RFID sob a prateleira de vidro em que o item é exibido
Antes de as tags NFC serem adicionadas, os compradores tinham que simplesmente acreditar que a obra exibida era original, explica Foccardi. Agora, com o sistema de RFID, eles têm uma prova da autenticidade. Para desenvolver a solução, a Linea Murano Art e Celotto trabalharam com a RFID Soluzioni, divisão de RFID da Novarex. O sistema consiste de tags NFC, um smartphone com tecnologia NFC Samsung Galaxy Mini, um leitor NFC conectado a um PC e de software da RFID Soluzioni instalado no servidor da Linea Murano, para armazenar dados referentes a cada obra de arte.