Notas do Editor

Os varejistas reconhecem o problema, mas não a solução – Parte 2

Um estudo da Retail Systems Research mostra que os varejistas enxergam o valor da visibilidade, mas não reconhecem que a RFID pode oferecer isto

Por Mark Roberti

5 de setembro de 2012 - Em julho, escrevi sobre um relatório de maio intitulado "The 2012 Retail Store: In Transition", do Retail Systems Research (RSR), que indicava que os varejistas têm um monte de problemas que a identificação por radiofrequência (RFID) pode resolver, tais como vendas perdidas devido à armazenagem de produtos fora dos estoques. Mas a RFID não foi mencionada entre as cinco melhores tecnologias que os varejistas buscam para usar dentro de uma loja (veja em Os varejistas reconhecem o problema, mas não a solução).

O relatório da RSR de julho de 2012, intitulado "Executing on the Promise: Retail Fulfillment 2012", pinta um quadro mais bizarro. Cerca de dois terços dos "vencedores" (varejistas que estão melhorando seus negócios) e 60% dos retardatários dizem que a expectativa de seus consumidores de que eles forneçam uma experiência de compra perfeita é um desafio para os negócios. Eles também citam a demanda do consumidor e as pressões competitivas como desafios de negócios.
Vencedores e retardatários citam uma série de desafios de inventário, incluindo excesso de produtos fora de estoque (65% e 41%, respectivamente), níveis imprecisos de estoque em lojas (47% e 55%) e estoques demasiados (29% e 73%). A solução para estes problemas é a visibilidade.

O relatório afirma: "Perguntar aos varejistas se eles querem visibilidade de inventário em tempo real é como perguntar a alguém se quer ser um milionário. Ou seja, a resposta é, invariavelmente, "sim". No entanto, tal conceito amplo precisa de mais clareza e, por isso, fizemos perguntas".

Quase 90% dos varejistas acreditam que uma maior visibilidade do inventário poderia entregar valor, mas apenas 44% disseram que realmente têm esta visibilidade. Quase 80% relataram que ter visibilidade de estoques da loja seria muito valioso, contra 48% que disseram que já o têm. Mais da metade indicou que ter visibilidade do inventário por prateleiras seria muito valioso, enquanto apenas 20% disseram que têm isto.