Notas do Editor

Novos modelos de preços para RFID

Os provedores de soluções poderão diminuir o abismo entre early adopters e a maioria, reduzindo o risco envolvido na implantação de sistemas de RFID

Por Mark Roberti

2 de maio de 2012 - Ultimamente, tenho pensado muito sobre o abismo entre "early adopters" e a "maioria". Para aqueles que não leram Crossing the Chasm, de Geoffrey Moore, sobre o ciclo de vida de adoção de tecnologia, o autor explica que existe uma grande diferença entre aqueles que estão dispostos a adotar uma nova tecnologia e aqueles que esperam até que a tecnologia esteja essencialmente no mainstream.

Uma das principais razões para que tal brecha exista é o risco envolvido. É arriscado para uma empresa adotar uma nova tecnologia, uma vez que pode não funcionar como se previa. E mesmo que a tecnologia faça o trabalho anunciado, a incerteza ainda permanece sobre se ela irá entregar os benefícios prometidos.

Mark Roberti
Há também o risco pessoal envolvido. Se um gerente de armazém ou um gerente de operações pretende pressionar por um sistema de RFID e falhar, o indivíduo pode acabar perdendo o emprego (mesmo um CEO pode ser deposto por apoiar um projeto que foi mal, se atrapalhou as operações de uma empresa e afetar negativamente as vendas). Se ele ou ela esperou até que todo mundo esteja usando RFID, o risco seria menor, já que a incerteza em torno de utilidade do sistema será menor. A solução estaria provada e nenhum indivíduo poderia ser responsabilizado, porque a empresa teria que fazer o que todos os seus concorrentes estão fazendo. Nesse ponto, o risco de ficar para trás seria maior do que a de fracassar o projeto.

Então, para diminuir o abismo, os provedores de soluções de RFID devem reduzir o risco. Eles têm trabalhado duro para minimizar o risco técnico, mas o mesmo não pode ser dito sobre os riscos causados pela incerteza quanto ao valor esperado de uma solução. Uma maneira de resolver esta incerteza seria pela utilização de modelos de preços alternativos, que poderiam diminuir os riscos do negócio e criar um incentivo para que mais organizações se tornem pioneiras de soluções de RFID.

Pankaj Sood, um pesquisador da Universidade de Cambridge e assessor do McMaster University RFID Applications Lab, vem estudando valor e preço das soluções. Ele e eu discutimos preços alternativo no IEEE RFID 2012, realizado no mês passado em conjunto com o RFID Journal LIVE! 2012. O preço pode ser baseado tanto no valor certo como no incerto. Modelos tradicionais de retorno sobre o investimento (ROI) e casos de negócios dependem de quantificação de valor, pela previsão obtida através de resultados de negócio. No entanto, a confiança em alguns resultados pode ser maior do que nos outros.

Um executivo sênior, por exemplo, pode ser muito confiante de que uma solução de RFID iria entregar US$ 500.000 em benefício de gerenciamento de ativos, mas menos confiante de que a redução do tempo gasto na procura de bens que resultaria na poupança de US$ 1 milhão prometida pelo provedor de soluções. Portanto, o valor certo seria de US$ 500.000 e do incerto valor seria de US$ 1 milhão.