Notas do Editor

Sobre o Prêmio RFID Journal

Saiba como julgamos o melhor novo produto a cada ano

Por Mark Roberti

28 de novembro de 2018 - Os prêmios costumam ser uma piada. Você pode pagar empresas de pesquisa para dar-lhe um prêmio por ser a empresa mais inovadora ou ter o melhor produto. Como jornalista, sempre fui cético em relação a prêmios por esse motivo, então tive muitas dúvidas quando lancei o prêmio RFID Journal Awards há mais de 10 anos. Eu queria garantir não apenas que fosse justo e objetivo, mas que também fosse percebido assim.

Desde o início, recrutei acadêmicos que conheciam a indústria de RFID, mas que não tinham interesse financeiro nas empresas de RFID que se submetiam aos nossos prêmios. Esses juízes sempre foram listados em nosso site de prêmios. Também temos sido transparentes sobre o processo para julgar as entradas, os critérios usados e assim por diante.

Acredito que os prêmios foram um enorme sucesso. Destacaram as melhores implantações a cada ano e pode-se ver pelas reações dos vencedores que os prêmios são levados a sério. Ainda assim, muitas vezes recebo perguntas de expositores que enviam inscrições para o prêmio de Melhor Novo Produto a cada ano. Alguns perguntam se favorecemos as empresas que gastam mais dinheiro com o RFID Journal. Dadas essas perguntas e o fato de que agora temos inscrições abertas para os prêmios de 2019, pensei em usar a coluna desta semana para explicar como selecionamos o Melhor Novo Produto.

Como em todas as incrições, os expositores não pagam nada para entrar. Selecionamos acadêmicos para julgar as inscrições (também sou um jurado dessa categoria). As inscrições são julgadas nos seguintes critérios, que são postados no site da premiação:

• O novo produto ou serviço oferece valor comercial àqueles para os quais foi projetado?
• Isso resolverá um problema de negócios?
• Reduzirá custos, melhorará eficiências ou aumentará vendas?
• Será que simplificará as implantações de RFID ou tornará mais econômico o uso de sistemas RFID?
• Permitirá que as empresas cumpram as regulamentações de maneira mais econômica?
• O produto ou serviço é original ou simplesmente faz o que os produtos existentes fazem?
• O produto ou serviço é inovador?
• Oferece uma melhoria significativa em relação aos produtos existentes na mesma categoria?
• É provável que o produto ou serviço represente um retorno significativo sobre o investimento?
• O produto ou serviço resolve um problema comercial comum em um determinado setor?

É importante notar que esses critérios se concentram mais no valor do negócio do que na inovação tecnológica. O RFID Journal sempre se concentrou nos benefícios comerciais da RFID, de modo que os prêmios refletem essa abordagem. Um produto pode ser o novo produto RFID mais inovador do mundo, mas se não resolver um problema de negócios ou criar valor comercial, ele não ganhará nosso prêmio. Por outro lado, um produto pode ser bastante simples, mas cria um valor tremendo. Isso seria um forte candidato, mesmo que não seja tecnologicamente avançado.

Os jurados fazem o melhor para avaliar os produtos com base nos critérios estabelecidos pelo RFID Journal. Enviam pontuações e, em seguida, o vencedor é anunciado em nosso evento RFID Journal LIVE!, conferência e exposição. Os juízes não fazem ideia do quanto cada empresa gasta com o RFID Journal, e nós demos prêmios a empresas que gastam muito dinheiro, bem como àquelas que não gastam tanto.

Nosso objetivo é simples: destacar produtos que nossos leitores e os participantes do evento podem usar para melhorar a maneira de fazer negócios. Ponto final!

Mark Roberti é o fundador e editor do RFID Journal.

  • « Anterior
  • 1
  • Próximo »