Notas do Editor

Apple lança o leitor NFC do iPhone

Os novos modelos XS, XS Max e XR suportam a leitura de tags Near Field Communication (NFC) sem que os usuários precisem abrir um aplicativo

Por Mark Roberti

21 de setembro de 2018 - Na semana passada, a Apple realizou seu evento anual em que revela as versões mais recentes de seu iPhone, juntamente com upgrades para o sistema operacional iOS. Não recebeu muita atenção na mídia convencional e de tecnologia (os executivos da Apple nem mencionaram isso no palco), mas houve algumas notícias significativas relacionadas à indústria de identificação por radiofrequência (RFID): a Apple finalmente abriu o acesso à leitura de comunicação de campo próximo (NFC ou Near Field Communication) no iPhone.

Os novos modelos iPhone XS, XS Max e XR suportam a leitura de tags NFC sem que os usuários precisem primeiro abrir um aplicativo. Originalmente, o leitor NFC no iPhone 7 só podia ser usado com o Apple Pay, mas a empresa disponibilizou o leitor NFC para certas aplicações. Essa funcionalidade ainda existe, mas o leitor NFC nos novos modelos pode ler uma tag e, por exemplo, iniciar um navegador com uma URL incorporada na tag.

Os novos modelos também podem ler tags quando os telefones estão bloqueados. Se um usuário desbloquear seu telefone, um aplicativo será iniciado, se apropriado, ou o telefone exibirá o conteúdo da tag. Se o indivíduo ler uma tag NFC em um museu, por exemplo, isso pode iniciar um aplicativo do museu, se houver um carregado no telefone, ou exibir o conteúdo da tag. Isso significa que as empresas agora podem usar tags NFC com mais facilidade.

Digamos que o proprietário de uma marca crie um novo produto. A empresa poderia colocar cartazes em áreas públicas para promover esse produto e inserir uma tag em cada pôster, contendo um link para um vídeo ou informações na Web. Essa capacidade, é claro, existe há anos com telefones Android. Mas o fato de que a Apple o introduziu em seus mais novos telefones (os modelos mais antigos não o terão) significa que todos os usuários de smartphones terão agora a capacidade de ler tags NFC. Isso só pode melhorar a adoção de NFC para aplicativos de marketing para consumidor.

Mark Roberti é o fundador e editor do RFID Journal

  • « Anterior
  • 1
  • Próximo »