Notas do Editor

Guia de Transformação Digital para o Varejo

O novo white paper do RFID Journal explica o que a transformação digital significa para os varejistas e como realizá-la corretamente

Por Mark Roberti

10 de agosto de 2018 - Estive trabalhando em um white paper sobre transformação digital para varejo. Minha motivação para escrevê-lo foi o que eu vi como uma imagem incompleta sendo apresentada por consultores de varejo e comentaristas. Eles falam sobre aspectos da transformação digital do varejo, como a inteligência artificial (IA), mas não colocam isso em perspectiva nem explicam o que os varejistas precisavam fazer antes de introduzir a IA.

O documento está agora concluído e disponível para download. É intitulado "How to Succeed in Retail in the 21st Century: A Guide to Digital Transformation for Brick and Mortar Retailers", e explica os passos que os varejistas devem seguir para transformar suas operações e competir na era digital.

O artigo cobre identificação por radiofrequência (RFID), é claro. Mas isso é apenas cerca de 20% do documento. A maior parte está focada em análise de vídeo, beacons Bluetooth, inteligência artificial, tecnologias que melhoram a experiência interna (como realidade aumentada) e assim por diante. Explica como os varejistas podem experimentar novos modelos de negócios e fornece orientações sobre quem deve liderar os esforços e os subcomitês necessários para impulsionar a mudança.

Então, por que o editor do RFID Journal está escrevendo sobre IA e realidade aumentada? É porque a RFID precisa ser entendida no contexto mais amplo das mudanças que os varejistas (e, em menor medida, fabricantes, provedores de logística e outros) devem empreender para sobreviver.

Aqui está o problema que eu vejo: um varejista empreende um novo programa de marketing digital que usa anúncios no Facebook para segmentar aqueles com maior probabilidade de querer comprar um produto novo e quente. A campanha é um enorme sucesso. Muitos millennials vêm para suas lojas - apenas para descobrir que o produto não está lá. O sucesso do marketing digital acaba fazendo mais mal do que bem, porque a geração do milênio nunca mais voltará às lojas desse varejista.

Outro exemplo: um varejista decide optar por alguma tecnologia de experiência. O sistema funciona muito bem, cria muita agitação e direciona os compradores para a loja. Infelizmente, a precisão dos estoques nas lojas chega a apenas 60% (e pode chegar a 35% em algumas situações), então os compradores que são seduzidos a comprar muitas vezes deixam a loja desapontados devido ao tamanho ou modelo que não há em estoque.

Meu argumento, neste novo white paper, é que a RFID deve ser a base sobre a qual toda a transformação digital de varejo deve estar baseada. Somente a RFID permite que os varejistas melhorem sua precisão de inventário para 95% ou mais, e fornece a visibilidade necessária para permitir o verdadeiro varejo omnichannel. O relatório mostra como os dados RFID podem ser mesclados com a análise de vídeo para conduzir o marketing interno, bem como a forma como o RFID fornece os dados precisos que os sistemas AI precisam gerar valor. Também examina como a RFID fornece visibilidade e controle da cadeia de suprimentos, permitindo que as empresas experimentem novos modelos de negócios.

Meu objetivo ao escrever este white paper foi fornecer aos varejistas um mapa para o cenário confuso das tecnologias digitais. O artigo não é um guia tecnológico - é um guia estratégico. Não informa quais tecnologias ou fornecedores usar ou como implantar tecnologias específicas. Em vez disso, explica como as diferentes tecnologias se encaixam para permitir que os varejistas otimizem suas operações, criem uma verdadeira experiência omnichannel para os clientes, impressionem os consumidores nas lojas e experimentem novos modelos de negócios.

Não é uma jornada fácil para os varejistas. Mudar é difícil. Mas é ainda mais difícil sem uma visão e uma compreensão de como mudar e como a empresa transformada deve ser. Faça o download do white paper e dê uma lida.

Mark Roberti é o fundador e editor do RFID Journal.

  • « Anterior
  • 1
  • Próximo »