Notas do Editor

Não se implanta o que não se vê

A falta de conhecimento e compreensão sobre o funcionamento dos sistemas de RFID está dificultando a sua adoção

Por Mark Roberti

3 de janeiro de 2018 - Durante o nosso evento RFID in Aerospace and Defense, para os setores aeroespacial e de defesa, tive a oportunidade de falar com um executivo de uma grande empresa aeroespacial. Ele estava entusiasmado com um sistema RFID que estava sendo exibido. "Eu não estava ciente de que existia algo assim", disse ele. "Nós vamos implantar essa solução para uma de nossas necessidades".

Este, infelizmente, é um dos problemas que enfrenta a indústria de identificação por radiofrequência (RFID). A adoção está mais lenta do que o esperado, então, os provedores de soluções não têm muito dinheiro disponível para comercializar seus produtos. Como as empresas que procuram soluções não sabem sobre os produtos disponíveis, não podem comprá-los, o que contribui para o lento ritmo de adoção.

Em seu livro Escape Velocity, Geoffrey Moore sugere que as empresas precisam orçar o mesmo valor para o marketing do que para o desenvolvimento de produtos. Isso significa que, se uma empresa gasta US$ 500.000 no desenvolvimento de um novo leitor RFID, deveria gastar US$ 500.000 em promoção sustentada desse produto também. Poucas empresas de RFID estão fazendo isso, simplesmente porque têm o milhão de dólares necessários.

À medida que o mercado aumenta, estas empresas terão mais dinheiro para investir em publicidade, e os usuários aprenderão mais sobre suas soluções RFID que atendem às necessidades. Vão adotar esses sistemas, o que proporcionará aos fornecedores de soluções mais recursos para anunciar, acelerando assim o ritmo de adoção.

Enquanto isso, as empresas inteligentes podem realizar marketing voltado para grupos específicos que provavelmente irão se interessar pela solução deles. Por exemplo, em vez de comercializar uma solução de RFID de petróleo e gás em um site de notícias do setor de energia, onde a maioria das pessoas não está envolvida com projetos RFID, uma empresa deve buscar maneiras de encontrar executivos do setor de energia pesquisando soluções de RFID.

Nós produzimos eventos voltados para indústrias específicas - como aeroespacial e defesa, saúde, energia e varejo - porque é uma maneira de conectar compradores interessados em soluções RFID específicas com empresas que vendem esses sistemas. Como a conversa descrita acima mostra, isso funciona.

Também criamos soluções publicitárias muito direcionadas pelas quais as empresas de RFID podem comercializar seus produtos para leitores que buscam tais soluções. Por exemplo, se uma empresa oferece solução de rastreamento de ferramentas, poderíamos mostrar o anúncio apenas para que busca isto. Infelizmente, poucas empresas de RFID aproveitam isso, porque muitas vezes não gastam nada para promover um novo produto ou solução.

Existe uma maneira de sair desta situação ou precisamos apenas esperar que o mercado mude sozinho? Eu acredito que há uma saída: que as empresas invistam em marketing direcionado de baixo custo, ganhem clientes e, em seguida, promovam as histórias de sucesso desses clientes. Algumas empresas sabem fazer isto, especialmente as que são forçadas por investidores anjo. Eu acredito que as empresas que ganham no mercado RFID não são as que possuem as melhores soluções, mas sim as que possuem o marketing mais inteligente.

Mark Roberti é o fundador e editor do RFID Journal.

  • « Anterior
  • 1
  • Próximo »