Notas do Editor

Não economize na hora errada

Algumas empresas querem implantar RFID sem fazer a lição de casa, economizando assim poucos dólares, e correndo o risco de pagar caro a longo prazo

Por Mark Roberti

2 de maio de 2017 - Recebi um e-mail na semana passada de um cavalheiro muito frustrado de uma grande, bem conhecida e admirada empresa americana. Ele disse que sua empresa havia aprovado o financiamento de projetos de RFID, mas que havia negado seu pedido para viajar para a conferência e exposição RFID Journal LIVE! 2017 . Eu queria saber se tinha algum conselho para convencer a empresa a aprovar a viagem.

Eu tinha, claro. Entendo a necessidade de manter os custos baixos, pois vivemos em um mundo muito competitivo. Todas as empresas estão competindo globalmente hoje e os consumidores estão dispostos a procurar antes de comprar para obter o melhor item ao menor custo. Francamente, muitos eventos não valem a pena assistir. Pouco esforço ou planejamento é colocado no programa de conferência de tais eventos e as ofertas dos expositores nem sempre são diferentes de ano para ano.

Mas a RFID ainda é uma tecnologia relativamente nova sem um monte de práticas comprovadas e está evoluindo muito rapidamente. Colocamos muito esforço no desenvolvimento de um excelente programa para o LIVE! com grandes empresas e organizações, incluindo a Delta Air Lines, Honda, KLM Maintenance & Engineering, Li & Fung, Michigan Medicine, National Institutes of Health Clinical Center, Oxford Porcelanas, Exército e Marinha dos Estados Unidos.

Esses palestrantes compartilham como usaram a RFID, os problemas que enfrentaram, como superaram e os benefícios que alcançaram. Não há dúvida em minha opinião que quem planeja uma implantação de RFID aprenderá o suficiente para economizar dinheiro em seus projetos ou evitar erros caros, que irão pagar por suas viagens muitas e muitas vezes. Os participantes dizem-nos que obtém valor para seu dinheiro e saem com ideias novas para usar RFID que não tinham pensado antes do evento, o que gera economia para suas companhias.

Há também um benefício de estar em uma sala de exposições com 200 dos principais fornecedores de soluções RFID. Muitas vezes, as empresas encontram produtos que não sabiam que existiam - produtos que tratam de um problema de negócios com o qual estiveram lidando. Há também uma oportunidade para obter orçamentos de várias empresas de todo o mundo, atender e avaliar as pessoas face a face. Isso poderia poupar dinheiro e evitar problemas com fornecedores.

Alguns dos mais avançados usuários de RFID, como o Airbus, enviam pessoas para o LIVE! todos os anos, porque sabem que é uma despesa, mas percebem que o que aprendem durante os programas de RFID e o que veem na exposição pode reduzir os custos de implantação ou permitir que expandam a RFID para novas áreas. Acredito que esses argumentos representam valor - e aparentemente ajudou a pessoa que me enviou o e-mail, pois o vi na lista de registro.

Espero que estes argumentos possam ajudar também você a convencer a sua empresa e estou ansioso para cumprimentá-lo em Phoenix no dia 9 de maio no LIVE! 2017.

Mark Roberti é o fundador e editor do RFID Journal

  • « Anterior
  • 1
  • Próximo »