Notas do Editor

Por que Marks & Spencer fala sobre RFID

O varejista do Reino Unido acredita que há benefícios reais de ir a público falar sobre o seu uso de RFID para melhorar a precisão do inventário e a experiência dos clientes

Por Mark Roberti

16 de maio de 2016 - Eu tive a oportunidade de ouvir Richard Jenkins, chefe de desenvolvimento estratégico de RFID da Marks & Spencer, falar várias vezes em nossos eventos e eu falei com ele em conversas casuais algumas vezes sobre o uso da tecnologia de identificação por radiofrequência (RFID) pela varejista britânica. Quanto mais ouço dele, mais fico impressionado com Richard e a estratégia de RFID da sua empresa.

No evento RFID Journal LIVE! deste ano, realizado em Orlando, nos Estados Unidos, Richard estava em um painel de vencedores do RFID Journal Award em versões anteriores, que compartilharam suas percepções e aprendizados de ter trabalhado em algumas das melhores implantações realizadas até aquela data. Perguntei a Richard: "você falou neste evento várias vezes que não há uma preocupação de que você esteja compartilhando uma vantagem competitiva, é isto?"

A resposta de Richard foi, sem nenhuma surpresa, inteligente e bem fundamentada. Então, eu gostaria de compartilhá-la na íntegra. "Não", disse ele. "Eu estou dizendo às pessoas o que estamos fazendo e não como nós estamos fazendo isso. Eventos como este são muito importantes para nós, por várias razões. Uma delas é que precisamos de soluções para problemas, desafios e oportunidades para nós, como empresa. Se eu não falar sobre o que estamos interessados em fazer, o que estamos tentando alcançar, então, os provedores de soluções terão de adivinhar o que querermos e, portanto, quais os produtos e os serviços precisam desenvolver".

Isso faz todo o sentido, mas o seu segundo ponto me surpreendeu um pouco. Ele disse: "Devemos ter uma compreensão ampla das possibilidades da RFID nas operações de varejo e do que outros varejistas estão fazendo... Se ficamos muito calados sobre o que fazemos e não dizemos nada, então, por que partes ninguém está comigo? Portanto, como eu tenho consciência ampla da indústria que preciso influenciar, das minhas partes interessadas internas, como persuadi-las de que devemos fazer 'x' ou 'y'? Alguém já está fazendo isso? Está avaliado e entregando? Então, por que não fazemos isso?"

Eu salientei que, se mais varejistas usarem RFID, os preços da tag vão cair e a tecnologia melhorará, porque os provedores de soluções podem investir mais em pesquisa e desenvolvimento para melhorar os seus produtos. Richard concordou, dizendo: "Este é um dos três pontos".

Resolvi contar isto porque muitas empresas que alcançam benefícios significativos com RFID não querem dizer nada sobre o que estão fazendo, porque acreditam que isso lhes dá uma vantagem competitiva. No entanto, aqui está um dos mais inteligentes usuários de RFID falando sobre o valor que a tecnologia oferece. A Airbus é outra empresa que tem uma abordagem muito sofisticada para RFID e frequentemente discute os benefícios que oferece. Carlo Nizam, que liderou o esforço da Airbus até ganhar uma promoção recente em sua carreira, deveria estar no painel de premiados, mas não pôde comparecer devido a uma doença em sua família.

Eu sempre acreditei no interesse de empresas que se beneficiam de RFID para falar sobre suas implantações, pelas razões que Richard declarou de forma tão eloquente. É claro, em parte, porque o RFID Journal gostaria de publicar essas histórias. A cada ano, no LIVE!, cerca de 50 usuários finais falam sobre as suas implantações e respondem a perguntas dos participantes. Nós publicamos muitas histórias e estudos de caso sobre no nosso website.

A tecnologia fornece uma vantagem competitiva a curto prazo para os adeptos, mas as empresas inovadoras continuam a inovar e encontrar novas maneiras de usar tecnologias novas e existentes para uma maior vantagem. "Implantar e esquecer" não é uma estratégia bem-sucedida, porque mesmo se você mantiver sigilo, seus concorrentes acabarão por implantar a mesma tecnologia que você.

Eu não acho que qualquer empresa revela plenamente todos os benefícios que alcança com RFID (ou qualquer outra tecnologia nova), nem as empresas a compartilham todas as maneiras pelas quais estão usando ou pretendem usar RFID. Mas algumas das coisas que estão fazendo é aprender com os outros para melhorar seus próprios negócios. Eu encorajo mais empresas a adotar essa estratégia inteligente, com visão de futuro para adoção da RFID.

Mark Roberti é o fundador e editor do RFID Journal.

  • « Anterior
  • 1
  • Próximo »