Notas do Editor

Com fome de soluções RFID

Mais empresas estão agora ansiosas para ver se a tecnologia pode resolver alguns de seus mais impactantes problemas de negócios

Por Mark Roberti

27 de abril de 2016 - Durante as últimas semanas, tive a oportunidade de falar com dezenas de representantes de empresas em uma variedade de setores, como parte do Serviço de Concierge para o RFID Journal LIVE! 2016. O objetivo é ajudar os participantes relativamente novos quanto à RFID a obter o máximo a partir do evento, discutindo a sua aplicação específica ou problemas de negócios. Então, recomendo aos expositores visitar as sessões e participar. Às vezes faço apresentações para oradores e outros participantes, se achar útil.

Há pouco em comum entre os requisitos de RFID entre os usuários finais com quem tenho falado. Alguns são de varejo, outros de manufatura, saúde e logística. Alguns enfrentam problemas para gerenciamento de inventário, enquanto outros estão de olho em ativos para clientes ou em monitorar ferramentas e equipamentos.

Mas há uma questão que todos os usuários finais com quem tenho falado têm em comum: eles não têm ideia de quais fornecedores oferecem os produtos e serviços. A maioria, como eu disse, é novo em RFID, por isso oferecemos o serviço de concierge. Mas mesmo aqueles que têm trabalhado em implementações de RFID por quatro anos ou mais não conhecem muitos dos provedores de soluções.

Isto destaca o problema do ovo e da galinha na indústria de RFID. Muitas empresas com boas soluções não podem comercializá-las porque não estão gerando receitas suficientes. Enquanto isso, muitos usuários finais que compram os seus produtos não dão a receita, porque esses produtos não são comercializados e que, portanto, são desconhecidos.

Nós tentamos resolver esta questão de várias maneiras. Uma delas é através da oferta de opções de publicidade de baixo custo que são altamente segmentadas, para que as empresas de RFID possam comercializar apenas para aqueles que estão lendo sobre a sua solução ou pesquisando em nosso site.

No LIVE! 2016, oferecemos o serviço de concierge. Também criamos uma vitrine de produtos, contendo imagens de alguns dos produtos de cada fornecedor, para que os participantes possam passear e ver um leitor, sensor ou sistema RFID ativo, por exemplo, e então anotar o número da cabine e visitar esse expositor.

Além disso, oferecemos uma ferramenta de planejamento on-line, RFID Connect, um aplicativo móvel que permite a participantes procurar expositores por categoria de produtos que eles fornecem (tags, leitores, sensores ou antenas, por exemplo) ou pelo setor para o qual eles oferecem soluções (como saúde, logística ou varejo). Os participantes podem chegar aos expositores para organizar reuniões uma vez que encontram os provedores de soluções que oferecem os produtos e soluções que precisam.

Nós encorajamos expositores a chegar aos participantes pela ferramenta online RFID Connect e através do aplicativo móvel. A ironia é que mais participantes têm enviando pedidos de reunião ao longo dos últimos anos. Isso me sugere que as empresas estão mais ansiosas por encontrar soluções de RFID do que as empresas RFID estão para vendê-las. É difícil de entender.

Eu acredito que esses problemas vão sumir quando o mercado começar a crescer mais rapidamente. Os provedores de soluções começarão a gerar maior receita e vão anunciar, enquanto as empresas usuárias finais terão mais consciência sobre o que as empresas oferecem.

Entretanto, o RFID Journal continuará a fazer o seu melhor para conectar compradores e vendedores.

Mark Roberti é o fundador e editor do RFID Journal.

  • « Anterior
  • 1
  • Próximo »