Notas do Editor

Dez previsões para 2016

Este será um bom ano para a indústria de RIFD, especialmente para as empresas que vendem sistemas para empresas de varejo e vestuário

Por Mark Roberti

13 de janeiro de 2016 - Como faço no início de cada ano, gostaria de oferecer uma lista de desenvolvimentos que espero ver em 2016. Estes são baseados em tendências dos últimos anos, bem como dados coletados pelo RFID Journal e , ocasionalmente, um palpite ou dois.

1. Será um ano de crescimento sólido para a indústria de identificação por radiofrequência (RFID), especialmente bom para empresas com foco no varejo e vestuário. Se a economia global permanece estável, vamos ver mais varejistas passando dos pilotos para rollout. Aqueles que já tenham implantado a tecnologia vão expandir esses lançamentos. Não espero que a indústria atinja o ponto de inflexão, mas haverá um crescimento sólido no uso de RFID no setor. Todos os outros setores também terão crescimento, mas não no mesmo grau.

2. Aeroespacial, construção e energia serão três indústrias que também ultrapassarão o resto do mercado. (Embora o crescimento seja forte, vão ficar atrás do setor de varejo). Vejo mais empresas nestas três indústrias assinando o RFID Journal. No setor aeroespacial, o estímulo é a adopção pelas duas grandes fabricantes de aeronaves, Airbus e Boeing. Empresas de construção estão tentando reduzir ineficiências históricas, enquanto empresas de energia precisam cortar custos em face aos preços deprimidos do petróleo.

3. Consolidação de fornecedores de RFID vai continuar. Embora os fabricantes de grandes fornecedores de leitores RFID, os fabricantes de chips e provedores de tag passem bem por este ano, as empresas menores que não têm construído uma marca terão dificuldades para encontrar novos negócios. Algumas com boa tecnologia vão ficar com pouco dinheiro e serão adquiridas; outras sem boa tecnologia provavelmente vão sair do negócio.

4. Alguém da Microsoft vai perceber que RFID representa uma enorme oportunidade para a empresa. Há sinais de que Microsoft e outras grandes empresas de tecnologia estão começando a prestar atenção à RFID, porque perceberam que vai impulsionar o crescimento na computação em nuvem.

5. Sensores RFID passivos de baixo custo serão implantados em números crescentes. Temos acompanhado uma série de aplicações muito interessantes de sensores RFID na indústria automotiva e de construção. Outros setores vão começar a ver o valor de serem capazes de monitorar o ambiente por sensores.