Notas do Editor

Como criar confiança nos dados coletados

As empresas estão empregando várias estratégias para convencer membros da equipe e administradores sobre as informações fornecidas pelos sistemas de RFID

Por Mark Roberti

16 de novembro de 2015 - Uma pergunta que me fazem quando falo sobre identificação por radiofrequência (RFID) é esta: "Se existem 100 itens com tags em uma área, como é que eu sei que eu li todos?" A resposta é: "Você não saberá". Mas eu sempre pergunto de volta – normalmente, para alguém que nunca utilizou um sistema RFID antes e, portanto, tem dúvidas sobre a sua confiabilidade e precisão: "Como você sabe se uma pessoa contou manualmente todos os 100 itens corretamente? A resposta é: você não saberá".

A verdade é que a contagem manual de um grande número de itens está sempre errada. Estudos realizados pelo RFID Research Center da University of Arkansas (que agora está na Auburn University e passou a ser chamado RFID Lab), descobriu que uma contagem manual do inventário de uma grande loja de varejo foi apenas 85% precisa. Pior, a precisão começa a degradar-se imediatamente e, dentro de algumas semanas, cai para cerca de 65%.

No entanto, muitos varejistas acreditam que seus sistemas de inventário são 95% ou 97% precisos. O Dr. Bill Hardgrave, decano do Auburn University Harbert College of Business e chefe do RFID Lab da Universidade de Auburn, diz que os varejistas muitas vezes olham para o inventário agregado. "Se o sistema de um varejista diz que há 12.000 produtos em estoque e eles contam 11.500, eles acreditam que houve 96% de precisão", diz ele. "Mas isso está errado". O sistema, por exemplo, diz que uma loja tem cinco laços verdes e cinco vermelhos, quando, na verdade, existem 10 laços vermelhos e nenhum verde, explica.

Outros setores têm problemas semelhantes. O CEOs de grandes empresas de manufatura me disse que a precisão do inventário do armazém é de 99%, o que é duvidoso. Há um ditado entre os rapazes do armazém: "Não confie no SAP". Isso não significa que não confiam na empresa de software, mas seja qual for o sistema de inventário (muitas vezes SAP), muitas vezes está errado. Além disso, se os funcionários não podem encontrar itens que precisam, então não importa se o seu sistema diz que você tem esses produtos no armazém. Além disso, se você estiver carregando estoque extra para garantir que os trabalhadores possam encontrar os itens, você está comprometendo o capital que poderia ser melhor usado em outro lugar para crescer seu negócio.

Tendo em conta que os sistemas de inventário são lamentavelmente imprecisos, é curioso que tantas pessoas sejam obcecadas pelo fato de que um item etiquetado não pode capturar 100%. Parece que empresários confiam em seu sistema atual, embora estejam errados, enquanto as soluções de RFID parecem novas e não comprovadas. Mas as empresas começaram a abordar esta preocupação.