Notas do Editor

RFID para todos

Precisamos de aplicações simples que tornem mais fácil às empresas começar a usar a tecnologia de identificação por radiofrequência

Por Mark Roberti

9 de junho de 2015 - Recebi um e-mail na semana passada de um senhor que queria realizar uma contagem de inventário de tudo em cada escritório em seu edifício, incluindo cadeiras, mesas, impressoras e monitores. "Por onde eu começo", perguntou. "E qual fornecedor você recomendaria?"

Eu disse a ele que seria possível colocar tags em cada um desses itens, bem como sobre a porta de entrada de muitos escritórios. Sugeri que será viável ler as etiquetas em uma determinada porta e ter um aplicativo e um leitor portátil para conferir uma lista de todos os objetos etiquetados dentro de cada sala. Ele poderia, então, usar o leitor portátil ao redor da sala, capturar os IDs dos itens etiquetados e ter o app conferindo os dados, realçando os itens que não estão presentes e fornecendo uma lista de itens encontrados mas que não estão na lista de inventário.

O problema, disse a ele, é que não há nenhum app pronto – pelo menos, até onde tenho conhecimento. Então, ele teria de comprar um leitor handheld e tags online, mas ele teria de produzir um aplicativo para ser executado no computador de mão e com um link para o banco de dados, com os itens de cada sala. Ele ficou surpreso. "Esta é uma dor de cabeça", respondeu.

Sim, é, e isso me frustra bastante. A indústria de RFID tem feito um grande trabalho de criação de etiquetas passivas que podem funcionar em quase qualquer objeto e produz uma grande variedade de leitores passivos para diferentes aplicações. Mas tem feito um trabalho pobre de oferecer aplicativos simples para serem usados com um leitor de mão e algumas tags.

Eu entendo que as empresas de leitores querem vender um monte de leitores, não um ou dois de cada vez, e que não querem ser incomodadas fornecendo suporte técnico para alguém que compra apenas um único dispositivo. E as empresas de software querem vender lotes de licenças. Mas há um grande mercado lá fora, de empresas que podem usar RFID se fosse mais fácil e mais barato. Uma empresa disposta a abordar este mercado menor pode acabar fazendo um monte de dinheiro e essas implantações pequenas poderiam se transformar em implantações maiores ao longo do tempo.

Eu acredito que, se uma empresa criar uma solução de gerenciamento de inventário de baixo custo e a comercializar para os leitores do RFID Journal, alcançará o sucesso. É difícil determinar quanto sucesso, uma vez que ninguém jamais fez isso. Mas eu acho que há muita demanda lá fora para soluções de RFID mais simples e é um segmento que, até agora, não foi adequadamente atendido. Infelizmente, isso significa muito menos para as empresas se beneficiarem de RFID do que deveriam.

Será interessante ver que empresas intensificarem a abordagem deste mercado (há alguns que estão começando a se concentrar nele) e se estou certo sobre a procura de soluções de gerenciamento de inventários mais simples e de baixo custo.

Mark Roberti é o fundador e editor do RFID Journal.

  • « Anterior
  • 1
  • Próximo »