Notas do Editor

Posso colocar uma tag RFID aqui?

A tecnologia de identificação por radiofrequência avançou a ponto de você poder colocar uma tag em praticamente qualquer coisa

Por Mark Roberti

5 de fevereiro de 2015 - Sempre falo sobre identificação por radiofrequência em eventos do mundo todo, mas não importa onde eu esteja os participantes me perguntam se é possível colocar uma tag em um tipo específico de item ou produto, normalmente composto de metal. Minha resposta é que durante os últimos 5 ou 6 anos, a indústria de RFID desenvolveu uma tag passiva para praticamente cada coisa que você queira rastrear — de uma formiga (veja SK-Electronics lança tag RFID minúscula) a um cano de metal subterrâneo.

Em um artigo desta semana (veja Como anexar etiquetas RFID UHF), o colaborador do RFID Journal Bob Violino abordou os diferentes métodos disponíveis para anexar tags passivas UHF. O texto mostra que as tags podem ser soldadas ou aparafusadas permanentemente a um objeto de metal, costuradas a uma peça de roupa e fixadas por meio de adesivos, bem como outras que podem ser amarradas ou penduradas a objetos.

A boa notícia, é claro, é que, independente do material ou forma que tenha um objeto, já deve haver uma tag UHF passiva no mercado que funcione com ele. A má notícia é que a variedade e os métodos de fixação de tags são tantos hoje em dia que é preciso algum conhecimento e experiência para escolher a melhor.

Violino repara que os desafios chave a serem considerados na escolha da tag incluem o tamanho do objeto que será etiquetado e o espaço disponível para receber uma tag; a superfície do objeto, como metal, plástico, pano ou tecidos vivos; o tempo em que a tag ficará no produto, seja permanente ou temporariamente; e as condições às quais a tag será exposta.

As tags UHF, por exemplo, devem funcionar em objetos de metal no setor de energia e sobreviver a altas variações de temperatura. Em construção, as tags devem aguentar golpes repetidos de outros materiais que estejam sendo enviados com elas. E tags de lavanderia devem ser costuradas ao vestuário e sobreviver a diversas lavagens em alta temperatura.

Uma razão para a qual a indústria RFID crescerá mais nos próximos 5 anos é que os fornecedores de tags encontraram meios inovadores de atender às necessidades de diversos tipos de empresa e a grande variedade de aplicações que elas desejem implantar. Dessa forma, ao invés de ter que trabalhar com uma empresa de RFID para desenvolver, de forma customizada uma tag que possa ser soldada em, por exemplo, uma viga, a empresa pode apenas encomendar tags que já existam e foram utilizadas em implantações reais.

De fato, enquanto eu ando em nossa exposição anual, o RFID Journal LIVE!, sou frequentemente surpreendido com a variedade de tags disponíveis. Tenho certeza de que veremos novos fatores na LIVE! 2015, que será em San Diego, Califórnia, de 15 a 17 de abril. Se estiver com problemas para manter suas tags RFID em seus produtos – ou se você acha que alguns itens não possam ter tags – veja o artigo de Violino para obter bons conselhos sobre como escolher a tag certa para um objeto em particular. Além disso, eu o encorajo a visitar o evento – tenho certeza de que você irá encontrar uma tag que irá lhe satisfazer.

Mark Roberti é o fundador e editor do RFID Journal.

  • « Anterior
  • 1
  • Próximo »