Notas do Editor

Os benefícios de andar sem dinheiro vivo

Livrar-se do papel-moeda e das moedas metálicas oferece muito mais do que uma simples conveniência para o consumidor

Por Mark Roberti

2 de setembro de 2014 - Na semana passada, escrevi sobre como Hong Kong tem utilizado o cartão RFID Octopus para muitas transações de baixo valor (veja em Hong Kong usa cada vez menos dinheiro vivo). Quando estava usando meu cartão sem contato para pagar por passeios em uma grande variedade de transportes e para fazer pequenas compras em lojas, comecei a pensar sobre os benefícios e os potenciais benefícios de substituir o dinheiro por pagamentos eletrônicos. O que percebi é que livrar-se do papel-moeda e das moedas metálicas oferece muito mais do que uma simples conveniência para o consumidor.

Aqui estão alguns dos benefícios que as transações com RFID podem gerar:

Redução de custos para coleta de tarifas: Este é o grande motivo pelo qual as autoridades de trânsito em todo o mundo estão introduzindo sistemas de pagamento RFID. O custo para o recolhimento das centenas de locais de coleta de tarifas em torno de uma cidade é enorme. E exige segurança, um monte de recursos humanos, contando moedas e conciliando viagens com o valor arrecadado. O custo disto em muitas cidades é, de fato, maior do que a quantidade de dinheiro arrecadado com as tarifas. A RFID praticamente elimina toda essa despesa.

Redução dos custos de cobrança na catraca: Os cartões Mag-stripe são uma grande melhoria sobre os antigos tokens utilizados em Nova York e outras cidades, mas os leitores de cartões Mag-stripe tem partes mecânicas que movem o cartão do slot de inserção para o slot de remoção na maioria dos sistemas de trânsito. Estas peças quebram e precisam ser reparadas regularmente. Os leitores de RFID não têm partes móveis, por isso, quebram com menos frequência.

Redução no tempo de contabilidade: Os varejistas de Hong Kong que aceitam o cartão Octopus reduziram muito o trabalho empregado para contar transações em dinheiro e depois bater o caixa. Eles podem simplesmente baixar um relatório de todas as suas transações e os valores serão, então, transferidos eletronicamente para uma conta.

Aumento do consumo: Os estudos mostram que as vendas aumentam quando os consumidores podem pagar com um cartão de valor armazenado. Isso ocorre porque as pessoas muitas vezes renunciam a pequenas compras, quando não têm dinheiro vivo. Com um cartão de valor armazenado, no entanto, geralmente há dinheiro no cartão para pagar um lanche ou outra pequena compra.

Redução no custo de produção de moedas e papel-moeda: A produção de moedas e notas de papel que não podem ser falsificadas é um empreendimento caro e a vida média de um US$ 1 é de apenas seis anos. O dinheiro eletrônico reduz o custo de produção de moeda física.

Além disso, a redução ou eliminação do dinheiro, provavelmente, trará benefícios para a saúde. O dinheiro físico, que passa de uma pessoa para outra, tem o potencial de espalhar germes. Reduzindo a quantidade de papel-moeda poder-se-ia reduzir a transmissão de germes.

Com todos esses benefícios, porque não há mais cidades adotando a iniciativa de Hong Kong e os cartões de valor armazenado com RFID?

Mark Roberti é o fundador e editor do RFID Journal.

  • « Anterior
  • 1
  • Próximo »