Notas do Editor

Quando não publicar

Às vezes, é melhor manter uma matéria na gaveta por meses e checar para saber a verdade, antes de se apressar e publicar algo de que ainda não se tem plena convicção

Por Mark Roberti

20 de agosto de 2014 - As lojas e armazéns Zara, da Inditex, começaram empregando identificação por radiofrequência em 2009. Eu soube disso em 2010, mas o RFID Journal escreveu pela primeira vez sobre o assunto em julho deste ano (veja em Zara implantará tags em 2 mil lojas). Embora eu estivesse ciente da implantação, nós não publicamos sobre isso por quatro anos.

Alguns jornalistas diriam que isso é loucura. Mas quando entramos em contato com a Inditex, a empresa se recusou a falar conosco, e também proibiu o fornecedor do sistema RFID, a Tyco Retail Solutions, de discutir o assunto publicamente. Isso foi frustrante, mas diante de nenhuma fonte confiável para fazer o registro, nós sentimos que não podíamos publicar uma história na época.

Mais recentemente, o editor-executivo do RFID Journal, Paul Prince, soube de um grande projeto de expansão de um varejista com sede nos EUA. Tivemos acesso a documentos de um fornecedor que enunciava alguns dos detalhes e fornecia o contato da empresa. Ele se recusou a comentar, mas nós sentimos que tínhamos informação suficiente para escrever um artigo com base nas instruções enviadas aos fornecedores.

Ainda assim, eu estava preocupado que a história de as informações não serem 100 por cento precisas. Eu pedi ao nosso repórter para enviar o artigo para o departamento de relações públicas da empresa. Passou o artigo para a equipe de RFID e eu recebi um e-mail de uma pessoa da equipe, deixando-me saber que havia algumas imprecisões na forma como interpretamos os planos do varejista e pedindo que não publicássemos o artigo por alguns meses, até que a empresa estivesse pronta. Eu concordei.

Segundo meu ponto de vista, o RFID Journal está aqui para servir aos nossos leitores, tanto a comunidade de usuários finais como a comunidade provedora de soluções de RFID. A publicação de histórias em primeira-mão é importante e pode direcionar mais tráfego para o nosso site. Mas dar aos leitores informações falsas ou informações que não são 100 por cento confiáveis, não faz bem para a indústria, na minha opinião.

Eu percebo que muitos jornalistas não se preocupam com os fatos e que alguns não reconheceriam fatos se tropeçassem neles. Mas eu acredito que a garantia de precisão não é apenas a coisa certa a se fazer: também é bom para os negócios. Se as pessoas sabem que podem confiar no que eles leem no RFID Journal, vão continuar a ler nossos artigos. Se descobrirem que o que publicamos não é verdade, então nos tornamos apenas mais uma das milhões de fontes de informação questionáveis na web. Então, enquanto eu odeio investir tempo de nossa pesquisa pessoal, redação, edição e revisão em um artigo que só vai sair depois de meses, eu também odeio publicar informações erradas.

Mark Roberti é o fundador e editor do RFID Journal.

  • « Anterior
  • 1
  • Próximo »