Notas do Editor

Quem está vindo para o LIVE! 2014

Empresas de mais de 40 países e 30 setores se inscreveram para o evento anual de conferência e exposição do RFID Journal, em busca de soluções

Por Mark Roberti

25 de março de 2014 - Nosso evento anual de conferência e exposição RFID Journal LIVE! sempre foi um microcosmo do setor de identificação por radiofrequência. Os expositores representam a maior parte dos fornecedores de soluções de RFID no mundo e os participantes refletem as empresas que estão investindo em tecnologia para melhorar a maneira como fazem negócios. O LIVE! 2014 será realizado de 8 a 10 de abril, em Orlando, nos EUA. Ao observar a lista de empresas que se inscreveram, página See Who's Coming, entendi algumas coisas sobre a RFID hoje.

Uma delas é que a tecnologia está em todo lugar. Quero dizer que, literalmente, temos expositores dos Estados Unidos, Brasil, Coréia do Sul, França, Rússia, Itália, China e outras nações. E os participantes oriundos de mais de 40 países, da Argentina à Venezuela (infelizmente, ninguém do Zaire ou Zimbabwe ainda se registrou).

Os participantes também vêm de mais de 30 setores, incluindo produtos químicos, defesa, energia, governo, saúde, logística, manufatura, varejo e telecomunicações. Há empresas que gerenciam uniformes, aluguel de equipamentos, resíduos, curso e eventos etc. O que essas empresas e organizações têm em comum é um problema de gestão, inventário, ferramentas, pessoas, veículos, computadores, coisas, trabalhos em processo, datacenters e assim por diante.

Estes são clássicos early adopters (usuários pioneiros). Eles não são entusiastas de tecnologia que investem nas novas antes que estejam totalmente desenvolvidas, diferentes dos que são conservadores em abordagem às novas tecnologias, mas são levados a adotar RFID antes que as massas porque eles têm uma razão de negócios convincente para fazê-lo. A necessidade supera qualquer risco possível.

Eu estava falando ao telefone com um cavalheiro de uma empresa farmacêutica como parte de nosso Concierge Service. Ele estava tendo problemas para garantir que os frascos de medicamentos em estágio inicial não fossem misturados durante o teste e queria usar RFID para avisar as pessoas que trabalham com os itens quando pegam os errados. Foi fundamental para eliminar os erros, disse ele, pois podem ser muito caros, já que os funcionários, em seguida, precisam começar o seu trabalho de novo.

É função da indústria de RFID resolver os problemas desses pioneiros e usar cada sucesso para incentivar as empresas similares a adotar a tecnologia. Como um número crescente de empresas passou a implantar a tecnologia, o RFID está atingindo a massa crítica e a adoção vai decolar. Mas, se essas empresas não são capazes de encontrar a solução certa, não porque não exista, mas porque as ofertas dos fornecedores de tal solução nunca são oferecidas a eles, então, a adoção continuará a ser lenta.

Pode parecer estranho, mas um problema na indústria de RFID é a falta de marketing. Algumas empresas nunca publicam anúncios ou fazem exposição em eventos. Eles apenas sentam e esperam por parceiros como Avery Dennison, Impinj, Motorola, NXP Semiconductors ou Smartrac. Outros exibem, mas não anunciam. Como consequência, os usuários finais que precisam de seus produtos andam por seu estande, sem parar dentro. Às vezes, esses usuários finais, em última instância desistem de RFID, porque pensam que não existe a solução para o seu problema, quando realmente há.

A coisa é que fornecedores de RFID não tem que gastar uma pequena fortuna em publicidade. O RFID Journal oferece publicidade de baixo custo direcionada, bem como ferramentas de marketing gratuitas. Vendedores devem aproveitar o RFID Connect para identificar os usuários finais que necessitam de suas soluções. Ainda há tempo para chegar aos participantes do LIVE! 2014. Isso não significa apenas crescer o negócio de um provedor de solução, mas também resolver o problema de um cliente e ajudar a indústria a atingir a massa crítica mais cedo.

Mark Roberti é o fundador e editor do RFID Journal.

  • « Anterior
  • 1
  • Próximo »