Notas do Editor

Participe do prêmio RFID Journal Awards 2014

As empresas têm até o final desta semana para inscreverem seus excelentes trabalhos com a tecnologia de identificação por radiofrequência

Por Mark Roberti

29 de janeiro de 2014 - Às vezes, sou questionado normalmente por quem já trabalha há muitos anos em uma empresa que vende tecnologia de identificação por radiofrequência (RFID), se um dia eu me cansaria da rotina, se algum dia eu pensaria em jogar a toalha e talvez iniciar um site para cobrir, por exemplo, a indústria de veleiros. Eu digo que nunca considerei sequer remotamente a possibilidade de fazer outra coisa. A verdade é que eu amo meu trabalho. Amo cobrir os avanços que estão sendo feitos na tecnologia RFID e, particularmente, gosto de escrever sobre como as empresas estão utilizando RFID para melhorar a maneira como fazem negócios.

E esta época do ano é particularmente interessante, porque é quando as empresas apresentam seus projetos de RFID para o RFID Journal Awards. Então, eu começo a ver alguns grandes novos projetos que ainda não foram abordados nos sites do RFID Journal e que só fazem todo o trabalho duro parecer bem mais interessante.

No ano passado, por exemplo, a Infinite Biomedical Technologies ganhou o prêmio de uso mais inovador de RFID, ajudando amputados a manipular mãos protéticas. A empresa desenvolveu uma prótese que usa um sensor para converter movimentos musculares em sinais elétricos para abrir e fechar uma mão robótica e variar a intensidade dos apertos, de acordo com o objeto que se quer pegar. A Infinite Biomedical resolveu o problema com RFID (leia sobre a solução em RFID ajuda amputados a manipular próteses de mãos).

A Hanmi Pharmaceutical ganhou no ano passado o prêmio de Melhor Implantação RFID para um picking automatizado e sistema de transporte. No ano anterior, nós honramos a Cisco pelo sistema de gerenciamento de ativos de TI em datacenters de todo o mundo, o que economizou o tempo da empresa e seu dinheiro.

Sean McHugh, amputado que demonstrou a MORPH (Myoelectrically Operated RFID Prosthetic Hand), criada em 2013 e que garantiu o prêmio RFID Journal Award para a Infinite Biomedical Technologies
Eu adoro cobrir esses projetos e muitos outros que têm sido reconhecidos desde que introduzimos os prêmios em 2007. E eu gosto de conhecer as pessoas que trabalharam nos bastidores para implantar esses sistemas RFID. Há muitas pessoas dedicadas que muitas vezes realizam seus projetos de RFID para além de seus trabalhos regulares. Eles estão tão comprometidos com a excelência dos projetos, que criam valor para suas empresas.

Muitas vezes, fica muito difícil escolher apenas um projeto excelente em cada categoria. Nos últimos anos, temos selecionados três finalistas de cada categoria e, em seguida, anunciamos os vencedores no RFID Journal LIVE!. No ano passado, convidamos todos os finalistas para apresentar seus projetos no evento e vamos fazer isso de novo este ano, para que você possa aprender com cada grande projeto. Além disso, pela primeira vez , estaremos dando um prêmio de cristal para o vice-campeão e não apenas para os finalistas.

Se você tem trabalhado longas horas em um projeto de RFID que está instalado e funcionando e está fazendo tudo o que sua empresa esperava que fosse fazer - e talvez mais – então, eu encorajo você a enviá-lo para competir pelo prêmio. Você e sua empresa merecem ser reconhecidos por suas realizações. Estou ansioso para ler sobre o seu projeto e sei que os nossos leitores também.

Mark Roberti é o fundador e editor do RFID Journal.

  • « Anterior
  • 1
  • Próximo »