Notas do Editor

Uma visão a partir da NRF

A tecnologia RFID está começando a se infiltrar na consciência de mais varejistas

Por Mark Roberti

20 de janeiro de 2014 - Participei do Big Show, da National Retail Federation (NRF), na semana passada, como tenho feito todos os anos. A identificação por radiofrequência não tinha sido tema importante no evento desde 2004, quando Linda Dillman, então CIO do Walmart, fez um discurso na sessão geral sobre a tecnologia. Mas parece que os benefícios da RFID que alguns varejistas estão alcançando com a implantação item a item está se espalhando, porque os participantes deste ano mostraram mais interesse na tecnologia. O evento contou com algumas sessões sobre a tecnologia RFID e tinha vários expositores.

Durante a sessão intitulada "Atingir o sucesso do Omni-Channel com processos de supply chain baseados em padrões", Peter Longo, presidente de operações de logística da Macy’s, afirmou que a RFID fornece a visibilidade necessária para uma estratégia de sucesso para Omni-Channel. Isto fez com que alguns varejistas fossem para aos estandes da Motorola Solutions, Avery Dennison, Smartrac e alguns outros de fornecedores de tecnologia RFID. Mike Molitor, vice-presidente sênior de e-commerce da Kohl's Corp., estava no painel, mas não disse muito sobre RFID, apesar de ter sido anunciado no evento que Kohl falaria de estratégias com a tecnologia.

Eu organizei um painel intitulado "Vestuário com RFID: como melhorar a experiência do cliente", com Pam Sweeney, vice-presidente sênior de sistemas logísticos da Macy’s, Bill Hardgrave, reitor e professor da Wells Fargo da Harbert College of Business, da Auburn University, e Francisco Melo, o vice-presidente global de RFID da divisão Retail Branding and Information Solutions (RBIS), da Avery Dennison. A sessão foi realizada no canto direito traseiro do salão de exposições de nível inferior, às 9:15 da manhã. Eu pensei que o local remoto e tão cedo significaria uma sala vazia, mas cerca de 200 pessoas compareceram.

O painel trouxe participantes atualizados sobre o estado de adoção da RFID no setor de varejo. Hardgrave contou ao público a história recente e explicou porque é que há tanta ênfase no rastreamento de itens exclusivos nas lojas. Ele disse que 20 dos 30 maiores varejistas dos EUA já estão utilizando a tecnologia ou pensando seriamente em fazê-lo.

Sweeney informou que a Macy’s tem vendas mais fortes em categorias de produtos em que um maior número de itens estão sendo etiquetados com RFID. Observou ainda que os fornecedores que estão etiquetando mais unidades de produtos em estoque (SKUs) e acompanham a Macy’s têm vendas maiores do que aqueles que optaram por etiquetar menos SKUs. "É realmente uma boa decisão de negócios etiquetar mais produtos", afirmou.