RFID Estudos de Caso

Maior empresa de mídia da Índia adota RFID em sua nova sede

A rede Sun TV está monitorando 10.000 ativos, 75.000 suportes de gravação e mais de 200 veículos

Por Bob Violino

10 de setembro de 2012 - A Sun TV Network cresceu para se tornar a maior rede de televisão da Índia, com 33 canais de notícias e entretenimento, bem como 45 estações de rádio FM transmitidas em diversos dialetos indianos. A empresa também opera cinco publicações de mídia impressa, além de uma produtora cinematográfica e um instituto de marketing.

Quando a Sun TV estava planejando sua nova sede na cidade de Chennai, no primeiro trimestre de 2010, o que envolveria a construção da instalação de 11 andares, funcionários da empresa passaram a considerar o emprego da tecnologia de identificação por radiofrequência (RFID) para controlar uma variedade de ativos dentro do edifício, como veículos entrando e saindo do estacionamento. Eles haviam pesquisado RFID por vários anos e haviam descoberto uma vantagem significativa sobre os códigos de barras e outras tecnologias, uma vez que a RFID não requer contato físico ou linha de visada entre leitores e etiquetas.

Quando a Sun TV projetou sua sede de 11 andares em Chennai, funcionários propuseram a RFID para rastrear uma variedade de ativos dentro do edifício, como veículos entrando e saindo do estacionamento
A Sun TV tinha feito grandes investimentos em ativos caro, como equipamentos de transmissão, sistemas de edição e câmeras de alta qualidade. A empresa possui aproximadamente 10.000 ativos, avaliados em cerca de US$ 100 milhões. Além de monitorar o paradeiro de equipamentos que se deslocam por vários departamentos e locais externos, a empresa pretendia manter o controle máximo sobre como os ativos estavam sendo usados.

Além disso, a Sun TV queria acelerar a sua capacidade de procurar e recuperar o conteúdo digital. Assim, mantém uma biblioteca crescente de mais de 75 mil mídias de gravação, segundo S. Kannan, CTO da Sun Group Companies, e ser capaz de pesquisar na biblioteca por conteúdo específico e, fisicamente, recuperar as gravações é algo fundamental para o seu negócio. A Sun TV tinha usado um processo manual, com base em planilhas do Excel, da Microsoft, para rastrear a localização de determinadas mídias (fitas, DVDs etc), mas esta abordagem foi muito lenta para as suas necessidades. Ao mesmo tempo, a empresa queria ser capaz de garantir o acesso aos seus meios digitais, controlar seu movimento dentro das zonas designadas e acompanhar o seu paradeiro.

Finalmente, a Sun TV estava olhando para assegurar e agilizar os movimentos de mais de 200 veículos que trafegam dentro e fora de suas instalações de estacionamento todos os dias. A empresa queria evitar o acesso de veículos não autorizados a entrar em suas instalações e automatizar a autorização de veículos para acessar zonas de estacionamento designadas.

Como o edifício estava sendo construído, a Sun TV fez uma parceria com a TAKE Solutions, uma empresa indiana especializada no fornecimento de sistemas inovadores de RFID. "Nós trabalhamos em conjunto para avaliar as alternativas disponíveis e assegurar que a solução escolhida seria melhor para o nosso negócio antes de colocar para funcionar", explica Kannan.

A Sun TV montou uma equipe multifuncional que incluiu representantes de grupos de usuários internos, o departamento de TI e a TAKE Solutions. Esta equipe liderada por Kannan trabalhou sob a orientação do comitê executivo da Sun TV.

Para identificar e rastrear ativos e meios de comunicação, a TAKE Solutions montou uma solução que inclui uma variedade de tags Confidex de UHF (Carrier, Casey e SteelWave Micro) e leitores fixos XR480 e antenas AN480 (quatro para cada interrogador), da www.motorolasolutions.com/ Motorola Solutions. A solução também inclui leitores portáteis da Motorola (MC9090-G) para processar as transações de busca de conteúdo digital e mostrar o local das mídias. Os portais RFID anti-roubo fornecidos pela Industrial Portals, a division of Jamison Door Co., foram escolhidos para garantir o acesso aos ativos. Para rastrear veículos, foram usadas as tags ativas e leitores da Nedap AVI.

A Sun TV e a TAKE Solutions realizaram uma série de testes de laboratório com duração de três meses, para decidir quais marcas seriam melhores para cada tipo de ativo e para determinar níveis aceitáveis de leitura. Um dos maiores desafios para todo o projeto, para Kannan, foi decidir qual tag seria melhor para cada tipo de equipamento e mídia, e onde a tag deveria ser colocada, com base em cada item, seu tamanho, forma e material.

Os testes incluíram simulações de processos reais. Durante estes testes, a Sun TV e a TAKE Solutions realizaram os ajustes necessários. Por exemplo, as etiquetas de SteelWave Micro, utilizadas para o equipamento técnico, tinha um alcance de leitura que provou ser menor do que o previsto. Para melhorar, os parceiros preencheram as tags com adesivos face dupla da 3M, para garantir o espaço aéreo entre a tag e os ativos. Os resultados dos testes foram apresentados à equipe de trabalho e para a comissão executiva.

A solução RFID foi implantada ao longo de um período de 10 meses, com início em outubro de 2010. Durante a fase de testes, enquanto o edifício estava sendo construído, os técnicos determinaram os locais ideais para os leitores fixos.

A segunda fase, que levou cerca de cinco meses, diz respeito à instalação e configuração dos equipamentos de RFID, uma grande operação para os eletricistas, o Departamento de TI, a equipe de solução RFID e outros fornecedores técnicos, para instalar 36 leitores fixos no teto de todas as entradas em todos os andares do edifício. "Isso garante rastrear o movimento de todos os bens com tags dentro do prédio", diz Kannan.

A empresa queria evitar que veículos não autorizados entrassem em suas instalações e automatizar a autorização de veículos para acessar zonas de estacionamento designadas

Portais RFID foram instalados no piso térreo e entradas de visitantes, para acompanhar os movimentos dos ativos etiquetados levados para dentro e fora do edifício.

Para monitorar os movimentos de veículos, os técnicos instalaram 11 leitores de longo alcance em cada portão das áreas de estacionamento do edifício. Os interrogadores foram montados em paredes em frente à entrada e percursos de saída nos portões.

Como parte da segunda fase, a Sun TV realizou um teste de campo de equipamentos de RFID. As amostras de vários ativos foram marcadas, a fim de confirmar como seriam colocadas as etiquetas em cada tipo de equipamento. A empresa identificou o local exato para marcar cada veículo (acima do seu painel) e determinou a tag a ser fixada por meio de fita adesiva, para evitar adulterações.

Durante a terceira fase, os técnicos instalaram o software Gestão de Ativos (TAMS), da TAKE Solutions, um aplicativo Web para gestão e rastreamento de bens. Este foi personalizado para gerenciar todos os processos da TV envolvendo os sistemas RFID, diz Kannan, o ciclo de vida completo, desde o registro e marcação de ativos até o seu descarte.