RFID Estudos de Caso

Tecnologia Future-Patch rastreia cabos e conexões

O sistema permite que redes de TI sejam gerenciadas remotamente e possam emitir um alerta se um cabo ou porta de conexão estão com problemas, reduzindo falhas de funcionamento

Por Claire Swedberg

16 de agosto de 2012 - A cidade alemã de Reutlingen está utilizando uma solução baseada em RFID, conhecida como Future-Patch, fornecida pela TKM, para detectar uma conexão de cabo incorreta ou até o ponto de ausência de conexão. O sistema, em seguida, informa os usuários sobre o defeito, evitando assim problemas dentro de sua rede de TI.

As redes são compostas por cabos de fibra ótica ou cobre ligados a servidores, com conectores para emendas entre os cabos que recebem e transportam dados em um sistema de back-end. Se um cabo se desliga ou está conectado à porta errada, o desempenho da rede pode ser afetado. Além disso, encontrar a origem do problema, quando pode haver dezenas de milhares de servidores e cabos envolvidos, pode ser muito complicado e demorado.

Cabos desconectados podem surgir quando os computadores ou outro hardware é adicionado a uma rede ou são movidos ou mudados de local. No caso de falha, as consequências podem ser custosas, uma vez que os dados de negócios não serão transmitidos.

LED aceso em uma Unidade de Controle de Painel (PCU) do Future-Patch, debaixo de uma fileira de portas, indica que um cabo deve ser conectado

Com a solução Futuro Patch, um transponder RFID passivo de 13,56 MHz, em conformidade com o padrão ISO 15693, é integrado ao invólucro de plástico de cada conector RJ45 para cabo de cobre ou LC ou ST para conector de fibra óptica. Uma Unidade de Controle de Painel (PCU) é instalada no painel abaixo de uma sequência de portas. A PCU inclui um leitor RFID embutido e antenas, cada uma inserida abaixo de uma determinada porta.

Quando um cabo é trazido para perto de uma porta, o seu número de identificação exclusivo é interrogado pela antena adjacente construída na faixa de PCU. Um rack pode conter múltiplos PCUs conectados por um cabo que, em seguida, carrega os dados lidos a uma única unidade de Controle da Unidade de Rack (RCU). A RCU é conectado através de um cabo Ethernet até um console de gerenciamento ligado ao software de gerenciamento do Futuro-Patch, no back-end.