RFID Estudos de Caso

Michelin usa RFID para rastrear pressão dos pneus em Londres

Os pneus dos ônibus de dois andares são equipados com tags EPC passivas que têm sensores para registrar a pressão do ar e as condições do piso

Por Claire Swedberg

16 de julho de 2012 - A fabricante de pneus Michelin está fornecendo uma versão RFID de seus pneus X InCity para alguns dos ônibus de Londres, com o objetivo de tornar mais simples o controle da pressão dos pneus pelos gestores de frotas e, assim, melhorar a segurança e a eficiência dos serviços. Alguns destes pneus RFID estão sendo utilizados no serviço provido pela Stagecoach London e deverão estar operando durante os Jogos Olímpicos de 2012, de 27 de julho a 12 de agosto deste ano.

A Michelin incorpora as tags de identificação por radiofrequência passivas EPC Gen 2 UHF nas paredes laterais dos pneus durante o processo de fabricação. Isso permite que os operadores de transportes públicos da cidade ou funcionários da Michelin usem o RFID para identificar automaticamente cada pneu no momento em que sua pressão está sendo medida. As etiquetas são usadas em conjunto com sensores de pressão sem fios incorporados, que medem a pressão do ar de um pneu e, em seguida, transmite os dados a 433 MHz.

A solução de sensores sem fio é conhecida como Sistema de Monitoração da Pressão dos Pneus (TPMS). Atualmente, a empresa tem fornecido as tags RFID, sensores e pneus equipados com o sistema para uso em ônibus de dois andares da Stagecoach London, de acordo com Darren Roe, diretor de engenharia da empresa de transporte. A operadora rodoviária espera ter 100 dos seus carros equipados com os pneus RFID até o final deste ano.

O dispositivo iProbe+, da Translogik, está sendo usado para ler o sensor sem fio de pressão de cada pneu com etiqueta RFID EPC Gen2

A equipe da Michelin usa o dispositivo portátil iProbe+, da Translogik, projetado especificamente para esta aplicação, que inclui capturar dados das tags RFID com informações sobre os sensores de pressão dos ônibus Stagecoach Londres. Às vezes, porém, as empresas de ônibus assumem esta tarefa. Os funcionários da Michelin atualmente registram a pressão dos pneus a cada três meses, em todos os pneus Michelin RFID usados pela Stagecoach London, afirma Roe. No entanto, acrescenta, "com esta nova iniciativa, não há razão para não poder gravar os dados de segurança dos veículos", o que ocorre a cada 21 dias.

A Michelin já fabricou 50.000 pneus RFID como parte do seu desenvolvimento e testes, e tem registrado um total de 6 bilhões de horas de condução durante esse período de testes.