RFID Estudos de Caso

Hospital Israelita Albert Einstein usa RFID para rastreamento de ativos

Com o sistema, a instituição localiza equipamentos médicos, monitora temperatura de geladeiras e amplia sua capacidade de controle de recursos

Por Edson Perin

17 de maio de 2012 - O Hospital Israelita Albert Einstein, um dos mais conceituados da América Latina, implantou um projeto de rastreabilidade utilizando a tecnologia RFID (identificação por radiofrequência) com a NEC Brasil, provedora de soluções convergentes de redes de comunicação e Tecnologia da Informação. O projeto teve início em meados de 2009 e conta com um sistema pioneiro na América Sul, desenvolvido para as necessidades específicas do setor de saúde, com capacidade de rastreabilidade e visibilidade.

A solução foi customizada de acordo com a demanda do hospital e oferece controle de temperatura das geladeiras e localização de um conjunto de aproximadamente 500 equipamentos médicos, por meio da rede sem fio do hospital. O objetivo é liberar os profissionais da instituição para atividades focadas no atendimento aos pacientes de maneira mais ágil e eficiente. Além disso, a solução foi projetada para ampliar a capacidade de controle sobre a utilização e o direcionamento dos recursos internos.

De acordo com Elizabeth Sayuri Hitomi, Analista de Negócios do hospital, a instituição tem utilizado a tecnologia de RFID para a finalidade de rastreamento e localização de equipamentos médicos (bombas de infusão, ventiladores mecânicos, macas e cadeiras de roda); monitoramento de temperatura nas geladeiras e câmaras do banco de sangue, laboratório, pesquisa clínica e nutrição; acionamento rápido de equipes por meio de botões nos processos de segurança e transporte de pacientes; e análise de fluxo de pacientes.

O hospital possui um grande número de geladeiras, com temperaturas distintas para cada material, como bancos de sangue, de tecido, de leite, medicamentos etc. Além disso, as diferentes certificações que o hospital possui exigem um rigoroso controle da temperatura desses depósitos garantindo que a armazenagem esteja de acordo com as regras previstas em lei. Por isso, essa verificação, realizada diversas vezes ao dia, despendia muito tempo de trabalho dos colaboradores.

Com a solução, o processo se tornou automático, graças ao uso de tags para medição e transmissão de informações das geladeiras, medindo constantemente as temperaturas e ligadas a um software que realiza todo o gerenciamento. Caso haja alguma anomalia, o sistema envia alertas instantâneos aos responsáveis.

Já a solução de localização de equipamentos, permite maior organização do fluxo de materiais, como bombas infusoras e monitores multiparamétricos. Em cada um dos itens também foi colocada uma tag, que indica a localização e as condições de cada instrumento. A tecnologia faz o mapeamento da movimentação dos equipamentos via rede sem fio, diminuindo o tempo de procura dos instrumentos e evitando perdas.