RFID Estudos de Caso

Multinova reduz em 60% o tempo para separar pedidos

A troca do processo com códigos de barras por RFID garantiu maior agilidade e confiança para a gestão das bobinas de plásticos bolha em sua fábrica

Por Edson Perin

9 de novembro de 2018 - A fábrica de plásticos bolha Multinova substituiu a utilização de códigos de barras para rastrear bobinas de seus produtos assim que adotou uma solução de identificação por radiofrequência (RFID) da Akron, de Caxias do Sul (RS). A companhia também processa polietileno e polipropileno expandidos e se dedica à fabricação de mantas planas, placas, perfis, tubos, cantoneiras e redes.

A Multinova, com sede em Farroupilha (RS), teve ganhos de agilidade e confiança na separação de pedidos e na verificação pelo portal RFID, graças à eliminação do processo manual de bipagem. As filiais da Bahia, Santa Catarina e São Paulo também adotaram a tecnologia.

Bobinas são contadas e identificadas pelo portal RFID, antes de serem carregadas no caminhão (ao fundo)
Antes da RFID, os processos de separação de pedidos e de contagem de estoques eram realizados por meio de leitores de códigos de barras. Agora, com a contagem de estoques feita por RFID, não é mais necessário mover as pilhas de produtos estocados para ter acesso às etiquetas com códigos de barras, o que gerou agilidade.

Detalhe do portal, com as antenas RFID
O processo de separação de pedidos também não exige mais localizar a etiqueta de cada produto individualmente. Basta passar as bobinas de plásticos bolha pelo portal, o que permite contar várias unidades ao mesmo tempo, para realizar a verificação dos materiais separados para envio aos clientes.

Após os ajustes da implantação da RFID, o início das operações ocorrer em uma semana, o que foi considerado um procedimento tranquilo e com poucos desafios, ocorrendo dentro do previsto. Em seguida, começaram a ser medidos os primeiros resultados, como maior segurança no controle, agilidade no processo de contagem de estoque e separação de pedidos.

"A inovação e o aprendizado são marcas registradas da Multinova", diz Paulo Roberto Feltrin, diretor industrial da Multinova. "Por este motivo, a equipe entendeu a mudança como um desafio importante para obter ganhos nos processos, e utilizar a tecnologia a nosso favor. Tivemos alguns retrabalhos quanto a etiquetagem de alguns itens. A grande contribuição partiu de nossa equipe de TI e da equipe envolvida no projeto, que trouxe o sistema até a unidade com uma parametrização perfeita. Assim que o sistema foi implantado começamos a utilizar".