RFID Estudos de Caso

Provedor de serviços de TI ganha visibilidade em armazém de logística

A Essintial Enterprise Solutions usa RFID para rastrear todas as peças, melhorando a gestão de estoque e o atendimento ao cliente

Por Bob Violino

20 de janeiro de 2015 - A norte-americana Essintial Enterprise Solutions é uma provedora de serviços de infraestrutura corporativa e soluções de suporte para tecnologias de manutenção de servidores de dados para ATMs, ou seja, caixas eletrônicos bancários. A Essintial dá suporte para as operações de serviços da SITA, na América do Norte, e para os sistemas de informação da Northrop Grumman. É fundamental que os 750 trabalhadores de campo da empresa cheguem aos locais de atendimento em tempo e preparados tanto para uma emergência como para uma simples manutenção de rotina.

A empresa criou a solução WorkForce para fornecer visibilidade em sua rede nacional de em tempo integral aos técnicos de campo contratados, cada um com diferentes habilidades e áreas de especialização. Isso permite à Essintial garantir que o técnico mais adequado para um determinado trabalho seja despachado.

A estação de comissionamento e mesa inteligente posicionadas em receber
Mas também é importante que os técnicos de campo tenham as peças que precisam, quando e onde precisarem delas. Para efeito, a Essintial implantou uma solução de identificação por radiofrequência (RFID) no final de 2013 para melhorar o controle de estoques ao longo de seus processos logísticos.

A empresa tem um armazém onde se realizam a estadia, tratamento de imagens e alguns trabalhos de reparação. Anteriormente, as peças eram monitoradas manualmente pelo sistema de planejamento de recursos empresariais da empresa (ERP). Vários trabalhadores do armazém eram responsáveis por atualizar a localização e inventário das peças movidas pelas várias fases de armazém e assistência técnica.

"O processo manual tinha imprecisões", diz Anita Weissman, executiva de projetos da Essintial. O objetivo principal do uso de RFID "era aumentar a precisão e visibilidade das peças no armazém, para contagem de ciclo e conhecimento no dia-a-dia do local onde as peças estavam no armazém, em todo o ciclo de vida da reparação", diz ela. "Além disso, com a automatização [fornecida pela tecnologia], queríamos reduzir nossos custos de trabalho e melhorar a eficiência através da redução dos toques manuais necessários para acompanhar o inventário."

Atualmente, a Essintial usa RFID para rastrear todas as peças dentro do armazém. "Isso inclui peças boas, inventário das expedidas aos nossos clientes, bem como as peças defeituosas e as peças de reparação", diz Weissman.