RFID Estudos de Caso

Hospital mantém controle de frotas de ônibus

A instituição de saúde infantil de Seattle, nos EUA, implantou um sistema RFID para gestão de frotas que automatiza inspeções veiculares

Por Michael Belfiore

24 de outubro de 2014 - No Seattle Children's Hospital, nos Estados Unidos (EUA), uma instalação de 323 leitos, os 20 ônibus transportam cerca de 40.000 funcionários, visitantes, voluntários e pacientes ocasionais todo mês. Os ônibus partem a cada 15 minutos, 16 horas por dia, de pontos localizados em toda a cidade. Gerir todas essas viagens recai sobre a equipe de Paulo Nunes-Ueno, diretor de transporte e sustentabilidade do hospital.

Nunes-Ueno compara seu trabalho ao do departamento de trânsito de uma cidade pequena. Como acontece com qualquer operação deste tipo, o seu departamento está submetido a regulamentos federais para fiscalizar e informar sobre a condição de cada veículo antes e depois de cada viagem.

20 ônibus transportam 40.000 funcionários, visitantes, voluntários e pacientes ocasionais para o hospital, todos os meses
"A qualidade da inspeção não era exata, antes, porque o motorista tinha que sair de seu assento para inspecionar o veículo", diz Kyle Brown, gerente de operações de transporte e estacionamento do hospital. As questões de manutenção às vezes permaneciam não declaradas. Mesmo os relatórios devidamente preenchidos eram muitas vezes difíceis de ler porque tinham sido escritos à mão.

Tudo isso mudou, graças a uma frota inspecionada por RFID, com uma solução da Zonar Systems, que Nunes-Ueno e seus gestores tinham instalado em todos os 20 ônibus em dezembro de 2013. O novo sistema fornece relatórios mais precisos sobre as condições dos veículos antes e depois das viagens. A solução emite alertas de manutenção para o supervisor de manutenção em tempo real, para que ele possa ficar em cima de qualquer problema mecânico imediatamente. Além disso, a solução RFID elimina papel, uma meta do departamento de sustentabilidade.

No início de 2012, depois de muitos clientes se queixaram do excesso de velocidade e veículos fora de rota, Nunes-Ueno e sua equipe começaram a procurar uma maneira de melhorar a visibilidade da frota. Eles queriam ser capazes de rastrear o paradeiro exato, velocidade e condição de cada serviço de transporte em tempo real. "Começamos fazendo uma pesquisa de campo para descobrir o que está lá fora, o que está disponível", diz Brown, "e como poderíamos realmente ir atrás de nossos objetivos de melhorar o atendimento ao cliente, ao mesmo tempo, melhorar a segurança dos nossos motoristas e prestação de contas".

Nunes-Ueno e Brown formaram uma equipe para avaliar soluções de tecnologia a partir de uma lista de fornecedores. A equipe incluiu Mike Roma, coordenador de frota e responsável pela manutenção e reparos; Michael DelRe e Kim Klien, supervisores de Brown; e Tuan Lee, coordenador de transporte da instalação.