RFID Estudos de Caso

Fabricante rastreia peças para poços de petróleo com RTLS

Uma solução RFID da AeroScout, sobre Wi-Fi, permite rastrear a localização e o status de cada equipamento novo ou consertado

Por Claire Swedberg

30 de janeiro de 2013 - Os equipamentos construídos para utilização em poços de petróleo não são apenas caros, mas incluem materiais potencialmente perigosos. Por isso, precisam ser acompanhados com cautela, tanto no ambiente do fabricante como também no do usuário final. A FMC Technologies, fabricante escocesa de equipamentos para a indústria de energia, está empregando um sistema de localização em tempo real (RTLS), da AeroScout, instalado pela Boston Networks, provedora de redes Wi-Fi para a FMC, para identificar onde cada peça de equipamento está localizada, seja no processo de fabricação como no de manutenção e reparos. Isto ajuda a FMC a garantir que suas operações funcionem com sucesso.

A instalação foi realizada na planta Dunfermline Subsea, incluindo um edifício inteiro e áreas de armazenagem, de acordo com Mark Gallant, VP de marketing e industrial da AeroScout.

Mark Gallant, da AeroScout
A FMC Technologies constrói dispositivos petroquímicos usados para tapar as tubulações de poços nas plataformas de petróleo submarinas. Os dispositivos são do tamanho de um automóvel. A FMC produz o equipamento em sua fábrica de Dunfermline e depois os envia para as empresas usuárias. Durante todo o processo, a empresa rastreia a localização de cada peça e seu status, não apenas para garantir que cada item seja encontrado dentro do grande armazém ou no espaço de montagem, mas também para ajudar a empresa a cumprir com as normas de segurança.

Quando o projeto de perfuração de petróleo de um cliente está terminado, o equipamento é devolvido para Dunfermline, onde é renovado antes de ser enviado para uma nova utilização.

Até a instalação da tecnologia RTLS, em meados de 2011, a FMC rastreava a localização do equipamento manualmente. Agora, a empresa rastreia automaticamente cada ativo, através de uma combinação de seus atuais nós de Wi-Fi e sistemas da AeroScout, a fim de identificar quando se move um item de um ponto a outro, como na oficina de pintura ou na seção de produtos acabados.