RFID Estudos de Caso

Fábrica da Cessna amplia visibilidade com RFID

A empresa de aviação implantou um sistema para controlar e gerenciar as ferramentas de precisão para fabricação de suas aeronaves

Por John Edwards

8 de janeiro de 2013 - A Cessna Aircraft Co. foi fundada em 1927, o mesmo ano em que Charles Lindbergh sobrevoou todo o Oceano Atlântico. Desde então, a companhia de Wichita, Kansas, comercializou cerca de 193.500 aeronaves, mais do que qualquer outra empresa na história da aviação.

Como uma empresa que teve o seu início na construção de algo que muitos especialistas na época consideravam impossível, a Cessna nunca foi relutante em abraçar a inovação. A empresa está agora entrando na fase da identificação por radiofrequência (RFID), utilizando tecnologia de ponta para controlar as ferramentas de precisão empregadas em sua fábrica de Wichita, onde fabrica a fuselagem. "A capacidade destas ferramentas foi considerada como uma área crítica de oportunidade para nós", diz Adam Blackford, diretor de engenharia de processo da Cessna, que liderou a transição para a RFID.

Aeronave Cessna Citation

Antes da introdução da tecnologia RFID, localizar as ferramentas adequadas para tarefas específicas realizadas no chão de fábrica era ineficiente. O sistema de RFID, que começou a operação completa em maio passado, permite que as ferramentas sejam localizadas em poucos minutos. Blackford diz que começou a trabalhar no projeto em 2010, em parceria com a OatSystems, um Waltham, Massachusetts. "Estamos acompanhando a localização de mais de 1.000 ferramentas de montagem, ocupando mais de 50.000 metros quadrados em nossa fábrica", diz ele.

O projeto de pesquisa começou informalmente, diz Blackford. "Nós realmente só começamos a falar com os fornecedores de RFID para entender melhor a tecnologia, o que poderia fazer, o que não poderia fazer. Eu olhava para os nossos processos em busca de possíveis soluções".