RFID Artigos

Como upgrades de Wi-Fi afetam a IoT

O Wi-Fi distribuído ou de malha tem a capacidade de tornar impecável um ambiente cheio de dispositivos, indo de telas, passando por streaming, até a conexão

Por Cees Links

5 de julho de 2018 - A infraestrutura interna de Wi-Fi (por exemplo, em casa ou no escritório) está passando por melhorias contínuas junto com o crescimento de dispositivos conectados, seja seu smartphone e tablet ou termostato e geladeira. Essa evolução criou desafios significativos, especialmente porque os consumidores de hoje esperam taxas de dados, capacidade e alcance, tudo isso com menos tolerância a pontos mortos ou interferência de vizinhos.

Entre esses três elementos, a capacidade - vários usuários usando Wi-Fi ao mesmo tempo - pode ser considerada o desafio mais difícil. Todo mundo tem um roteador em casa e todos os usuários estão conectados pelo mesmo canal Wi-Fi. Isso significa que os usuários compartilham a mesma largura de banda e taxa de dados brutos. No entanto, se seu filho estiver jogando videogames online, sua filha estiver assistindo ao YouTube e sua esposa estiver em uma videoconferência, você ainda espera assistir a um filme sob demanda sem latência. Estes são os novos desafios Wi-Fi que a tecnologia RF deve resolver.

Embora os repetidores (dispositivos usados para estender sinais Wi-Fi) possam ser usados, isso não resolve o problema. À medida que a largura de banda é compartilhada, você se comunica com o repetidor no mesmo canal em que seu repetidor se conecta ao roteador, efetivamente dobrando o tráfego no mesmo canal.

Wi-Fi distribuído
Existe uma maneira de resolver esse problema. A malha Wi-Fi, também conhecida como Wi-Fi distribuído, pode melhorar consideravelmente. Com uma infraestrutura Wi-Fi distribuída, cada nó da rede pode falar em sua própria banda de frequência para o usuário final, enquanto se comunica simultaneamente em outras bandas de frequência com o roteador principal, tudo isso enquanto permanece conectado à Internet.

Para colocar isso em perspectiva, considere que a primeira versão do Wi-Fi usou efetivamente três canais (na banda de 2,4 GHz) para evitar o uso do mesmo canal que os vizinhos. Amanhã, o "Wi-Fi moderno" (com .11ax) usará canais de 40 MHz e suportará efetivamente muitos desses canais nas bandas de 2,4 GHz e 5 GHz simultaneamente, tornando mais fácil ficar longe dos vizinhos, e otimizar o uso em uma casa, permitindo que os operadores tenham diferentes canais via Wi-Fi distribuído com vários pontos de acesso.