RFID Artigos

RFID auxilia segurança aeroportuária

O FIT procura parceria com empresas que queiram desenvolver uma tag RFID de segurança para uso em bagagens de aviões

Por Jayme Barreto

26 de junho de 2013 - No dia a dia, vemos nos noticiários um aumento crescente no furto de malas ou extravios de bagagens nos aeroportos nacionais. Isso parece estar virando uma epidemia, que prejudica passageiros, empresas aéreas e também a própria Infraero, empresa pública federal responsável pela administração dos aeroportos brasileiros.

Tal problema se agrava em voos internacionais, porque funcionários das empresas terceirizadas, responsáveis pela carga e descarga das aeronaves, quando mal intencionados, são atentados a abrir uma ou algumas malas, sabendo que poderão encontrar algum objeto valioso.

Jayme Barreto, do RFID Center of Excellence

A tecnologia de identificação por radiofrequência (RFID) pode ser a solução para reduzir ou eliminar esse problema dos nossos aeroportos. A tecnologia RFID nasceu com a finalidade de automatizar processos e rastrear cargas e objetos ao longo de um percurso, sem necessitar do ser humano na conferência ou no controle de auditoria e inspeção.

Então, o Flextronics Instituto de Tecnologia (FIT), pioneiro no Brasil no avanço da tecnologia RFID, tem um projeto de aplicação da tecnologia em aeroportos que define um processo automatizado no rastreamento das cargas e malas. Esse projeto prevê o desenvolvimento de uma tag (etiqueta RFID) de segurança, que quando aplicada nas malas dos passageiros registrará violações ou abertura.

Essa etiqueta RFID, após aplicada no “check in” das companhias aéreas, irá registrar a abertura indevida da mala e enviar um sinal de violação aos leitores RFID que estarão espalhados nas esteiras ou nas rotas que as bagagens devem percorrer.

Portanto, se uma mala é violada dentro do bagageiro de um avião, longe de câmeras e sistema de segurança, a tag RFID irá registrar a violação e, quando essa mala for colocada na rampa de descarga da aeronave, um leitor RFID de monitoramento irá detectar o sinal de violação da mala e enviará um aviso para a central de segurança do aeroporto, que acionará agentes para a captura em flagrante do infrator.

As companhias aéreas poderão se beneficiar, ainda mais, desse sistema de rastreamento, utilizando-o como limitador de rota, onde pode monitorar a carga com relação ao tempo de passagem entre pontos e percurso correto.